Hospital São Carlos, de Farroupilha, utiliza aparelho respiratório pioneiro no interior do Estado

Nebulizador potencializa em 10 vezes a ação de medicações inalatórias

Publicado por
07:54 - 17/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
SÃO CARLOS

Hospital São Carlos de Farroupilha (Foto: Guilherme Fadanelli)

O Hospital Beneficente São Carlos, de Farroupilha, celebra a melhora de um paciente a partir dos seus investimentos em inovações e tecnologia. Um menino de apenas dois anos, com quadro de asma grave, recebeu, na última quarta-feira (15), o apoio do dispositivo Aerogen. O nebulizador, que também chegou à instituição na quarta, potencializa em 10 vezes a ação das medicações inalatórias, com melhor absorção pulmonar.

Conforme o médico pediatra Léo Franco Graciolli, responsável pelo tratamento, a casa de saúde se une aos hospitais das Clínicas e Moinhos de Vento na utilização desse aparelho na emergência:

“Nossa pediatria segue sendo exemplo e referência em novas tecnologias na emergência. Ela aumenta a eficácia da nebulização tradicional e agora o paciente está com plano de alta, pois apresentou melhora importante em um dia, depois de cinco dias de internação”, informa.

O dispositivo está em fase de testes e pode ser utilizado em pacientes que preencham os critérios de uso, que são gravidade do quadro respiratório, idade, histórico de asma e necessidade de internação hospitalar em enfermaria ou UTI.

As estações frias são o período de maior demanda hospitalar devido a doenças respiratórias, como asma e pneumonia, especialmente na população pediátrica.

Plano de contingência

Devido à calamidade climática enfrentada pelo Rio Grande do Sul, o Hospital São Carlos trabalha com um plano de contingência devido à dificuldade na logística de entrega de insumos. A direção pede a compreensão da comunidade em buscar a instituição apenas em situações de urgência e emergência.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp