Homicídios apresentaram alta no nono mês do ano no Rio Grande do Sul

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) publicou na página de estatísticas de seu site, os indicadores criminais do Rio Grande…

Publicado por
08:06 - 19/10/2022

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Homicídios apresentaram alta no nono mês do ano no Rio Grande do Sul

Foto: Paula Brunetto / Grupo RSCOM

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) publicou na página de estatísticas de seu site, os indicadores criminais do Rio Grande do Sul referentes ao mês de setembro, consolidando também o balanço dos nove meses de 2022. Os homicídios apresentaram alta no nono mês do ano. Pelo segundo mês consecutivo os feminicídios apresentaram redução em relação ao mesmo período do ano anterior.

Homicídios

Entre os homicídios, o Rio Grande do Sul teve 135 vítimas em setembro, uma elevação de 1,5% frente as 133 do mesmo mês em 2021. No acumulado, o Estado soma 1.226 vítimas, 16 a mais que nos sete meses do ano passado.

Latrocínios

Os dados do Estado como um todo apontam estabilidade nos latrocínios em setembro. Nos dois períodos o RS registrou seis latrocínios. No acumulado de nove meses, o Estado teve em 2022 oito casos de roubo com morte a menos que no ano anterior, passando de 49 para 41 ocorrências, uma redução de 16,3%.

Feminicídios

Os indicadores criminais do nono mês no Estado apontam queda de feminicídios em relação ao mesmo período do ano passado. O número de vítimas caiu 14,3%, de sete para seis casos.

Entre essas seis mulheres assassinadas por motivo de gênero no mês, apenas uma contava com medida protetiva de urgência (MPU). Desde janeiro, o Rio Grande do Sul contabiliza 81 feminicídios, dois a mais que nos nove meses de 2021, o que representa uma alta de 2,5%.

Entre os outros quatro indicadores de violência contra a mulher acompanhados pela SSP, além do feminicídio, todos os indicadores do tipo apresentaram queda no mês de setembro. As ameaças diminuíram 16,5% no mês de setembro e as lesões corporais, no mesmo período, apresentaram baixa de 7,1%. As tentativas de feminicídio e os estupros caíram, em setembro, 9,5% e 1,5% respectivamente.

Com os resultados de setembro, a maioria dos indicadores de violência contra a mulher apresentaram queda no acumulado do ano. As lesões corporais, no entanto, ainda têm alta de 0,3%, porém houve queda nas ameaças (6,8%), nos estupros (0,4%) e nas tentativas de feminicídio (2,2%).

Confira aqui os demais indicadores com os dados completos

Os dados mostram também queda nos índices de abigeato e roubo a transporte coletivo. Os roubos de veículos ficaram praticamente estáveis no mês de setembro, enquanto os latrocínios apresentaram o mesmo número em relação a 2021.

*Fonte Governo RS

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp