Homem acusado de assassinar taxista em SC morre em confronto com a polícia em Caxias do Sul

Outro homem, 55 anos, também foi morto na ocorrência, registrada no bairro Mariani

Publicado por
14:13 - 19/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Homem acusado de assassinar taxista em SC morre em confronto com a polícia em Caxias do Sul

Foto: 4° Batalhão de Polícia de Choque (BPChq)/divulgação

Dois homens morreram em confronto com a polícia no bairro Mariani, em Caxias do Sul, nesta quarta-feira (19). Segundo informações do 4° Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) e da Polícia Civil de Santa Catarina, um deles é Maicon Ernesto dos Santos, 21 anos, acusado de assassinar a facadas o taxista de Caxias João Vieira da Silva, 64, no sábado passado (15), em Jaguaruna (SC). O outro homem foi identificado como Antônio Milas do Santos, 55, pai de Maicon. O caso foi registrado na Rua Rachel Couseau.

As autoridades faziam buscas na região desde terça-feira (18), oportunidade em que Maicon conseguiu fugir. Hoje, conforme o Choque, os policiais teriam sido recebidos a tiros durante averiguação no porão da residência, momento em que revidaram e balearam a dupla. O óbito foi constatado pelo Samu.

Foi encontrado um revólver no local. Nenhum policial se feriu durante a troca de tiros.

De acordo com o Choque, Maicon é acusado, ainda, pela morte da tia dele, de 35 anos, com 87 facadas no dia 1° deste mês. O crime aconteceu em Jaguaruna após ele fugir do presídio com a ajuda do pai, Antônio Milas, informa a polícia.

Suspeito preso na segunda

João Vieira da Silva, 64, que trabalhava como taxista em Caxias de Sul, foi encontrado morto em Jaguaruna (SC) na tarde do último domingo (16). Segundo a Polícia Militar (PM) de Santa Catarina, que foi acionada para atendimento no bairro Campo Bom, ele apresentava ferimento causado por faca. Silva era conhecido em Caxias do Sul e região. Ele costumava prestar o serviço no ponto 01 da Rodoviária caxiense.

Outro homem, que assim como Maicon Ernesto dos Santos, é suspeito de assassinar o taxista, foi preso na última segunda-feira em Santa Catarina. As motivações do crime estão sob investigação.

João Vieira da Silva, de 64 anos, trabalhava no ponto 01 da Rodoviária de Caxias do Sul | Foto: reprodução

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp