Grêmio é goleado pelo Atlético-MG, sai do G-4 e se distancia na briga pelo titulo do Brasileirão

Derrota de 3 a 0 diminui chance pelo título e complica vaga direta na Libertadores do ano que vem

Publicado por
18:11 - 26/11/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Grêmio é goleado pelo Atlético-MG, sai do G-4 e se distancia na briga pelo titulo do Brasileirão

Foto: Paulo Souza/ Atlético-MG

O Grêmio foi derrotado pelo Atlético-MG por 3 a 0 neste domingo, na Arena MRV, em Belo Horizonte. Os gols foram marcados por Arana, no primeiro tempo e Zaracho e Hulk, na segunda etapa. Com a derrota, o clube gaúcho mantém os 59 pontos e perde uma posição para o próprio Atlético-MG, que agora tem um ponto a mais que o Tricolor. O clube gaúcho pode perder mais uma posição caso o Bragantino vença ou empate com o Inter, logo mais no Beira-Rio.

A distância para o líder pode aumentar para seis pontos, se o Palmeiras vencer o Fortaleza logo mais no Castelão.  O Tricolor recebe o Goiás na próxima quinta-feira na Arena em Porto Alegre.

Galo domina primeiro tempo 

O jogo era mais que o chamado “confronto dos seis pontos”. Além da corrida pelo título, o confronto entre Grêmio e Atlético-MG valia vaga também no G-4. O Grêmio Renato Portaluppi teve desfalques importantes para a partida. Na lateral-direita, João Pedro, estava com lesão muscular. Fábio entrou no seu lugar. Na defesa, Geromel, com lesão muscular, e Bruno Alves, expulso contra o Corinthians, também estavam fora. No meio-campo, Villasanti, suspenso, e Pepê, em recuperação de lesão muscular, eram as ausências. Com isso, o técnico gremista optou pela volta do esquema com três zagueiros, tendo Bruno Uvini e Gustavo Martins ao lado de Kannemann. No lugar do volante paraguaio, Ronald foi escolhido. No ataque, Galdino foi o escolhido para ser a dupla de Luis Suárez.

O jogo começou disputado como já era esperado. O Galo tinha mais posse de bola e trocava mais passes. O Grêmio fazia uma boa marcação e não deixava o adversário com liberdade depois do meio campo. Assim, especulando os contra-atques, o Grêmio chegou pela primeira vez no ataque aos 4 minutos de jogo. Reinaldo recebeu livre dentro da área, pela esquerda, e disparou um chutaço para o gol. Everson fez grande defesa e evitou o que seria o gol do Tricolor.

Depois isso, o Galo tomou conta do jogo. Aos 13 minutos, Paulinho recebeu na entrada da área e tocou para Hulk. O atacante fintou a marcação e chutou obrigando Grando a fazer a sua primeira grande defesa da tarde. Após 3 minutos,  Edenilson recebeu a bola e livre, de fora da área, disparou para o gol  Grando nem se mexeu e apenas olhou ela bater na trave. A pressão foi recompensada 8 minutos depois.  Pela direita, Zaracho avançou livre sem marcação e cruzou para a área. Guilherme Arana, também livre, chutou de primeira estufando a redes de Grando, que dessa vez, nada pôde fazer. Estava aberto o placar na Arena MRV.

O Grêmio até que tentou, depois do gol emparelhar o jogo, mas o Galo continuou com o controle da partida.  Pela direita, Fabio era acionado constantemente mas fazia cruzamentos sem perigo para dentro da área. Suárez bem marcado teve poucas oportunidades. No final do primeiro tempo o Galo quase ampliou com Hulk, aos 41 minutos, após grande jogada de Paulinho. Porém, o chute parou mais uma vez na defesa de Grando. No minuto seguinte, Saravia recebeu de Hulk dentro da área e chutou forte para o Galo, obrigando Grando a fazer uma grande defesa.

A resposta do Grêmio vei ono último minuto de jogo em cobrança de escanteio. Reinaldo fez o cruzamento na área do Atlético, e a bola bateu em Maurício Lemos e vai na trave do próprio gol. Na sequência, Kannemann toca com o braço na bola e o árbitro pega a falta.

Grêmio se joga no ataque e sofre goleada

Precisando correr atrás do resultado Renato Portaluppi fez duas mudanças na equipe desfazendo o esquema com três zagueiro. Entraram Ferreira e Nathan Fernandes no lugar de  Bruno Uvini e Cristaldo. Com quatro atacantes o Tricolor melhorou na frente e quase empatou o jogo no primeiro minuto de segundo tempo. Pela direita, Nathan Fernandes  na direita, passou por Maurício Lemos e bateu cruzado. A bola, após ter passado por Everson, ia em direção ao gol,  mas Jemerson tirou.

Com dois jogadores no meio o Galo dominou o setor e por por ali que nasceu o segundo gol do time. Logo aos 3 minutos, Igor Gomes fez o desarme no meio-campo e lançou para Hulk na direita de ataque. O Camisa 7 deu um passe açucarado para Zaracho em alta velocidade e não perdoou na saída de Grando. O gol desestabilizou de vez o Tricolor. Com Ferreira e Nathan Fernandes o Tricolor até tentou criar chances, mas esbarrava na marcação do Galo. Atrás a zaga era envolvida pelo ataque do adversário. Aos 12 minutos, mais um gol. Paulinho recebeu na direita e chutou dcruzado para o gol, a bola desviou em Reinaldo e sobrou para Hulk que de primeira emendou um chutaço para o gol, sem chances para Grando. Estava liquidada a partida.

Renato ainda tentou reagir colocando Nathan, para dar mais equilibrio ao meio campo, mas era o Galo que continuava levando mais perigo, dessa vez nos contra-ataques. Depois, aos 29 minutos, o treinador tirou mais um meio-campo, Carballo e colocou o atacante Andre. O Grêmio até teve mais oportunidades depois disso mas não conseguiu nem ao menos descontar. Aos 34,  Suárez recebeu dentro da área, dribliou duas vezes e chutou cruzado, mas a bola foi para fora.  Aos 41, o uruguaio recebeu a bola no meio, ganhou do adversário, e de esquerda, chutou forte para o gol. Porém a bola bateu na trave, e mais uma vez impediu o gol Tricolor. O final da partida foi marcado pela troca de passaes do Galo, o canto de “Olé,olé” da torcida até o apito final de Braulio da Silva Machado.

Brasileirão 2023 – 35ª rodada

Atlético-MG 3

Everson, Saravia, Jemerson, Maurício Lemos e Guilherme Arana; Otávio, Alan Franco, Zaracho e Rubens; Paulinho e Hulk. Técnico: Felipão.

Grêmio 0 

Gabriel Grando; Gustavo Martins, Bruno Uvini e Kannemann; Fábio, Ronald, Carballo, Cristaldo e Reinaldo; Lucas Besozzi (Everton Galdino) e Luis Suárez. Técnico: Renato Portaluppi.

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC-Fifa)
Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)
VAR: Rodolpho Toski Marques (PR-Fifa)
Local: Arena MRV, em Belo Horizonte (BH)

Fonte: Correio do Povo

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp