Governo Federal homologa decreto de emergência da cidade de Bento Gonçalves

O decreto tem validade de 180 dias

Publicado por
18:23 - 16/12/2022

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Imagem: Mateus Resemini / Grupo RSCOM

Bento Gonçalves teve a situação de emergência homologada pelo governo Federal e Estadual. A confirmação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) da quinta-feira (15) através da portaria nº 3.576, do Ministério do Desenvolvimento Regional, Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil.

O decreto tem validade de 180 dias e autoriza a mobilização de todos os órgãos e entes da administração municipal para que atuem nas ações de respostas necessárias para minimizar os efeitos causados pelas chuvas. A situação de emergência foi protocolada pela prefeitura após as fortes chuvas que atingiram o município de Bento Gonçalves entre a noite da sexta-feira (02) e madrugada do sábado (03). Diversos bairros foram afetados com as precipitações e famílias ficaram desalojadas.

Um dos principais problemas foi a queda de barreiras na Aristrides Bertuol, a ERS-444. A chuva fez com que pedras e terra caíssem sobre a pista recém alargada por obra da prefeitura. O trânsito chegou a ser bloqueado e teve alterações para limpeza e remoção dos detritos. Na entrada da cidade, região do bairro Santa Rita, o asfalto cedeu e uma cratera acabou surgindo.

Foram atingidos 28 diferentes bairros com alagamentos, desmoronamentos, rompimento de tubulação, destruição parcial e total de moradias e outros problemas. São eles São João, Santa Rita, Santa Marta, Eucaliptos, Vila Nova, Vila Nova II, Barracão, São Francisco, Borgo, Fenavinho, Licorsul, Imigrante, Zatt, Glória, Licorsul, Aparecida, Cohab, Fátima, Santa Helena, Cembranel, São Roque, Ouro Verde, Maria Goreti, Jardim Glória, Universitário, Progresso, Santo Antão e Burati.

 

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp