Familiares e amigos de jovem morto em atropelamento fazem protesto na BR-116

Familiares, amigos e conhecidos de Tiago Carollo da Silva, 19 anos, morto em um atropelamento no último domingo, dia 04,…

Publicado por
16:27 - 11/06/2017

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Tiago Carollo da Silva, 19 anos, voltava pra casa quando foi atropelado. Foto: Mauro Teixeira

Tiago Carollo da Silva, 19 anos, voltava pra casa quando foi atropelado. Foto: Mauro Teixeira

Familiares, amigos e conhecidos de Tiago Carollo da Silva, 19 anos, morto em um atropelamento no último domingo, dia 04, no KM 154 da BR-116, fizeram um protesto no início da tarde deste domingo, dia 11, em Caxias.

Usando camisetas com a foto de Tiago e carregando cartazes com os dizeres: “Tem que pagar”, “Que a Justiça seja feita”, “Uma vida inocente foi tirada injustamente” e “Tiago Carollo Amor eterno”, cerca de 50 pessoas caminharam desde a Vila Lobos, até o local do acidente.

Os manifestantes exigem rapidez nas investigações por parte da polícia, ao mesmo tempo que buscam uma resposta das autoridades quanto a uma melhor sinalização da rodovia.

A irmã de Tiago, Tatiane Carollo, bastante emocionada contou para a reportagel do Portal Leouve que o mínimo que espera é que se faça justiça, uma vez que ele estava retornando do trabalho e era considerado um bom rapaz.

“Eu só quero que quem fez isso com ele, pague pelo que fez. Porque se quem o atropelou tivesse parado, hoje meu irmão poderia estar vivo nesse momento. Essa pessoa que fez isso passou por cima do meu irmão e sequer deu bola para a vida dele. A angústia é muito grande e queremos justiça”, pede.

Tiago foi atropelado por volta das 05h30min, do último domingo, quando estava voltando do trabalho, para casa onde morava no Vila Lobos. O motorista que causou o acidente fugiu e até agora não há notícias de quem causou o atropelamento.

A Polícia Rodovíaria Federal esteve no local da ocorrência, para acompanhar o socorro junto com uma ambulância do Samu. O jovem foi encontrado deitado no asfalto, em seguida ele foi encaminhado ainda com vida para o Pronto Socorro do Hospital Pompéia. Devido a gravidade dos ferimentos ele morreu ainda no último domingo.

A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Trânsito da Polícia Civil para apuração dos crimes cometidos pelo motorista e identificação do mesmo.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp