Expectativa de vida dos brasileiros cai para 75,5 anos após pandemia, diz IBGE

A esperança de vida para mulheres é maior que para homens no País

Publicado por
13:30 - 29/11/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Expectativa de vida dos brasileiros cai para 75,5 anos após pandemia, diz IBGE. (Foto: Internet / Reprodução)

Expectativa de vida dos brasileiros cai para 75,5 anos após pandemia, diz IBGE. (Foto: Internet / Reprodução)

A expectativa média de vida de um cidadão brasileiro em 2022 atingiu 75,5 anos, conforme revelado nesta quarta-feira (29), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

Para o público masculino, a expectativa de vida alcançou os 72 anos, enquanto para as mulheres, foi registrada em 79 anos no ano anterior. Esse índice vem apresentando declínio desde 2019, influenciado pelo aumento de óbitos associados à pandemia de Covid-19, de acordo com o IBGE. Em 2019, a esperança de vida era de 76,2 anos.

Portanto, é previsto que um recém-nascido em 2022 possa viver, em média, por 75,5 anos, caso enfrente os mesmos níveis de mortalidade observados na população brasileira no ano anterior.

Esses dados são extraídos da Tábua de Mortalidade 2022, divulgada hoje pelo instituto, sendo uma publicação anual que apresenta informações referentes ao ano precedente.

Índice de Mortalidade Infantil

No ano de 2022, a probabilidade de um recém-nascido não completar um ano de vida foi de 12,9 para cada mil nascimentos. Para os meninos, essa proporção aumenta para 13,9, enquanto para as meninas fica em 11,7.

Expectativa de Vida aos 60 anos

Indivíduos brasileiros com 60 anos em 2022 poderiam esperar viver mais 21,9 anos. Nesse aspecto, também há distinção entre homens e mulheres. Mulheres brasileiras de 60 anos, no ano passado, tinham uma expectativa de vida de 23,5 anos, enquanto para os homens nessa faixa etária, era de 20 anos.

Crescimento da Expectativa de Vida ao Longo das Décadas

Um brasileiro nascido em 1940 esperava viver, em média, 45,5 anos, seguindo os padrões de mortalidade daquela época. Houve um acréscimo de 30 anos nesse indicador em pouco mais de 80 anos.

Em 1960, a expectativa de vida dos brasileiros ultrapassava os 50 anos. Um bebê nascido naquele ano podia esperar viver por 52,5 anos. A expectativa de vida atingiu 73,9 anos para os brasileiros no ano de 2010.

*Com informações de O Sul

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp