Estrada Salto Ventoso segue totalmente bloqueada em Farroupilha

Equipes trabalham neste ponto na localidade de 7 de Setembro. Manutenções seguem ainda em outros trechos do interior

Publicado por
09:17 - 22/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
FARROUPILHA

Foto: Schaiane Sacramento/Prefeitura de Farroupilha

A Estrada Salto Ventoso, localizada na comunidade de Linha 7 de Setembro, proximidades do salão da comunidade de Linha Ely no interior de Farroupilha, segue totalmente bloqueada devido às chuvas que atingiram a região no começo deste mês e causaram transtornos em diversos pontos.

Um laudo dos técnicos da Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente, assinado pelo Engenheiro Civil Marcos Roberto Ranzolim, referendado pela Defesa Civil, com a assinatura do Coordenador do órgão Enio Ferreira, aponta que o local ainda representa risco de deslizamentos do talude (terreno inclinado que serve para dar sustentação e estabilidade ao solo próximo de um platô), colocando risco a vida de pessoas e condutores que passem pelo local.

De forma preventiva, famílias residentes em nove moradias precisaram ser retiradas e foram realocadas em casas de parentes por questão de segurança. Não há previsão de liberação da pista e das casas no entorno.

Confira o laudo na íntegra.

Mais trabalhos no interior

Serviços estão sendo realizados em vários pontos nas áreas mais afastadas de Farroupilha para assim garantir a mobilidade dos moradores e o escoamento da produção agrícola.

Segundo o secretário de Agricultura, Fernando Silvestrin, as equipes estão patrolando diversos trechos, incluindo Linha Müller, acesso a Linha Machadinho, Linha São João, Vila Rica, Nova Sardenha, Linha Caçador, Linha República, Linha Amadeu, São Marcos e Caravagetto.

Na Linha São Miguel, uma equipe está alargando a estrada após um deslizamento que comprometeu o asfalto, além de remover uma barreira no Rio Buratti.

Na Estrada Henrique Antônio Galafassi na comunidade de Capela de Todos os Santos, na Busa, onde a ponte foi comprometida, as equipes finalizaram na recuperação das cabeceiras, e o trânsito está liberado.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp