Entenda como funcionam as cobranças dos pórticos de pedágio Free Flow

Na próxima sexta-feira (15), a ERS 122, entre os municípios de Flores da Cunha e Antônio Prado, será pioneira ao implementar o primeiro pórtico do sistema

Publicado por
15:09 - 08/12/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
FREE FLOW

Foto: Gustavo Mansur / Secom

Na próxima sexta-feira (15), a ERS 122, entre os municípios de Flores da Cunha e Antônio Prado, será pioneira ao implementar o primeiro pórtico do sistema “Free Flow” em uma rodovia estadual no Brasil. A tecnologia gerenciada pela concessionária Caminhos da Serra Gaúcha (CSG), substituirá as praças de pedágio convencionais nesses trechos, marcando um avanço significativo no plano de concessões rodoviárias do governo do Estado.

Funcionamento do Sistema:

O sistema “Free Flow” opera por meio da leitura automática das placas dos veículos, identificando tanto a quantidade de eixos rodantes quanto de eixos suspensos. Com base nessas informações, é gerada uma cobrança correspondente aos trechos percorridos e ao tipo de veículo. Uma vez que a placa é identificada corretamente, o valor devido fica disponível para pagamento.

As imagens capturadas passam por uma revisão humana em casos de problemas na identificação das placas. Somente após a confirmação, a cobrança é registrada no sistema. Veículos equipados com tag de pedágio terão o pagamento automaticamente debitado, com um desconto de 5% no valor.

Benefícios e Descontos:

Usuários frequentes terão a vantagem de descontos progressivos, variando de 5% a 20%, dependendo da frequência de passagem pelo mesmo trecho no mesmo sentido (válido apenas no mês em que a quantidade necessária de passagens for atingida).

Inicialmente, a tarifa do pórtico de Antônio Prado será equivalente à praticada na praça de pedágio de Flores da Cunha, estabelecida em R$ 8,30. No entanto, o governo planeja ampliar o número de pórticos ao longo das rodovias para reduzir o valor de cobrança em cada ponto de passagem.

Pagamento Facilitado:

Para efetuar o pagamento, os usuários terão diversas opções através do site da concessionária CSG e do aplicativo CSG FreeFlow, disponível para sistemas Android e iOS. O sistema aceitará pagamentos por cartão de crédito e pix. Usuários cadastrados terão a vantagem de descontos adicionais, podendo monitorar débitos e inserir créditos para cobranças automáticas.

Na modalidade presencial, os pagamentos podem ser realizados nos totens das cinco Bases de Serviços Operacionais (BSOs) da concessionária e, em um futuro breve, em estabelecimentos conveniados.

As bases estão localizadas nos seguintes trechos:

  • Ipê – ERS 122 km 151+775
  • Flores da Cunha – ERS 122 km 99+500
  • Farroupilha – RSC 453 km 118+600
  • Bom Princípio – ERS 122 km 36+100
  • Portão – ERS 240 km 13+190 (Provisória)

 

Localização dos Pórticos:

Os pórticos estão sendo posicionados em quilômetros próximos aos locais originalmente designados para praças de pedágio, conforme estipulado no contrato de concessão do Bloco 3. As primeiras localidades a receberem os pórticos serão:

  • ERS 122 / km 108 – em 15 de dezembro/2023
  • ERS 122 / km 151 – em fevereiro/2024
  • ERS 446 / km 6 – em fevereiro/2024
  • ERS 122 / km 45 – em fevereiro/2024
  • ERS 240 / km 30 – em fevereiro/2024
  • ERS 122 / km 4 – em fevereiro/2024

*Com informações de CP

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp