Encontro definirá mais uma fase da instalação do novo Canil Municipal de Caxias do Sul

Na próxima quinta-feira (4), já está prevista para ocorrer a primeira reunião que dará encaminhamento à etapa seguinte dos planos para…

Publicado por
10:55 - 02/08/2022

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Encontro definirá mais uma fase da instalação do novo Canil Municipal de Caxias do Sul

Foto: Divulgação/Canil Municipal

Na próxima quinta-feira (4), já está prevista para ocorrer a primeira reunião que dará encaminhamento à etapa seguinte dos planos para a implantação do novo Canil Municipal em Caxias do Sul. A próxima missão da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMMA), consiste em negociar a permuta da área onde está instalado o atual abrigo de animais, em São Virgílio da 6ª Légua. A ideia é que o interessado na aquisição do terreno de aproximadamente 1,4 hectar se encarregue das obras para a instalação do novo complexo, em um espaço quase cinco vezes maior, na Linha Luciana, Colônia Sertorina, a partir de um projeto do próprio Executivo.

Se a operação tiver êxito, além de economizar recursos, o município também ganha o ritmo acelerado de uma construção conduzida pela iniciativa privada, que não necessita passar pelos trâmites e prazos licitatórios da esfera pública. A estimativa dos técnicos é de que, apenas com esta medida, o andamento do processo seja acelerado em quase dois anos.

O avanço de mais uma fase no projeto que futuramente evoluirá para a amplitude de um Parque de Proteção Animal se tornou realidade no fim da tarde desta segunda-feira (1), com a formalização de outro processo de permuta. O prefeito Adiló Didomenico sancionou o documento que formaliza a aquisição da área onde será o novo Canil Municipal, próximo à Estrada dos Romeiros.

Em troca de um terreno de 1,2 mil m², o que equivale a 0,12 hectar, o município tornou-se proprietário de um lote de 5 hectares. E ainda lindeiro a uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), que dará destinação correta aos dejetos dos animais por gravidade, sem necessidade de despesas com sistemas de bombeamento.

*Fonte SEMMA

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp