Empreendedores apresentam a Piazza Salton à comunidade

Cerca de 300 convidados conheceram em detalhes e se emocionaram com a apresentação de um projeto arquitetônico e urbanístico que…

Publicado por
10:37 - 30/08/2019

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Cerca de 300 convidados conheceram em detalhes e se emocionaram com a apresentação de um projeto arquitetônico e urbanístico que a um só tempo promete revitalizar e trazer de volta os bons do centro de Bento Gonçalves. Tendo por local a cabe das Bordalesas da Vinícola Salton em Tuiuty, os empreendedores apresentaram o projeto da Piazza Salton, um empreendimento com 37 mil m² de área construída – mais de 10 mil m² somente na área comercial que já está sendo erguido na área em que se localizava a vinícola até o ano de 2004. São 94 anos de história no coração da cidade que agora receberão investimento de R$ 147 milhões.

A área comercial, o shopping a céu aberto que contará com lojas âncora como a Renner, Mc Donalds, Calçados Pittol, de Santa Catarina e uma loja do Apolo Gourmet. Haverá uma uma praça central multiuso de 2.100 m², e estacionamento rotativo e coberto de mais de 1.500 vagas por dia. Seguindo conceitos da arquitetura inclusiva, que une tradição e modernidade, o complexo terá, ainda, uma enoteca da Salton, um espelho d’água no entorno da chaminé centenária e um parque infantil. Tudo foi pensado para fazer do espaço o novo ponto de encontro de moradores e visitantes, que buscam áreas de conveniência, história, lazer e comodidade.

Como ressaltou Pedro Reginatto, diretor da Concresul (foto ao lado), uma das empresas envolvidas no projeto, o frente para três importantes ruas centrais: Barão do Rio Branco, Dr. Montaury e Marechal Deodoro. “Unimos empresas de tradição e história na cidade e adotamos um lema no qual acreditamos, se aqui vivemos bons tempos, porque não tê-los de volta”? E foi lembrando um a um antigos estabelecimentos comerciais que deram vida ao centro em décadas passadas, das Lojas Lapolli e Pernambucanas ao Banco da Província e os cinemas de rua.

Outra empresa envolvida é a Construtora Parisotto. Segundo o sócio Diogo Parisotto, as formas arquitetônicas e até o telhado da antiga vinícola, por exigência do Compac, serão mantidas. “Vai dar trabalho, mas vamos conseguir”, assegura.

Em nome dos comerciantes que já garantiram área no espaço comercial – o empreendimento também terá um edifício residencial denominado de Paulo Salton – manifestou-se o presidente da Agas e proprietário da rede Apolo, Antônio Longo. Em primeira mão ele anunciou que o Apolo Gourmet, além de privilegiar os produtos locais e regionais, trará uma cafeteria Starbucks para o local.

A previsão de entrega é de dois anos para a Piazza Salton e de três para o prédio Paulo Salton, que terá 55 apartamentos..

São sócios empreendedores no investimento além da Concresul e Parisotto, a Bripazza, a Poletto Construções além da própria Salton.

NÚMEROS

– O investimento nesta obra garantirá mais de 800 empregos diretos.

– Movimenta a cadeia da construção civil que compõe 62 setores da economia, gerando e distribuindo renda e emprego nas mais diversas áreas.

– Já foram investidos mais de 3 milhões de reais para a conservação/preservação do patrimônio histórico, com contenções para paredes, chaminé, entre outros.

– Mais de 1 milhão de KG de aço serão utilizados nas estruturas.

– A estimativa é de 1.700 caminhões de concreto até a finalização do empreendimento.

Jane Gregio, Ana Carolina Azevedo , Vânia Moura e Dashiele Cogo
Marcelo e Carlos Piccoli com o casal Bruna e Gabriel Schuwartz
Elton Gialdi, Rogério Francio e Daniel Amadio
Marcos Carbone, Elton Gialdi e Antônio Cesa Longo
Irajá e Carmem Dall´Onder Vasseur com Ademar De Gásperi
Carlos Piccoli, Pedro Reginatto, William, Vera, Paula e Claúdia
Diogo e Célio Parisotto com Antoninho Salton

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp