Discordância entre funcionários e gestora da UPA Central, em Caxias do Sul, causa lentidão nos atendimentos

Situação ocorreu na manhã desta quarta (6), após reclamações referentes ao pagamento de salários

Publicado por
10:43 - 06/12/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Foto: Prefeitura de Caxias do Sul/divulgação

Na manhã desta quarta-feira (6), pacientes relataram lentidão nos atendimentos da UPA Central, em Caxias do Sul. A situação foi confirmada pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), por meio de nota, que relata ter ocorrido uma discordância, por volta das 7h, entre funcionários do local com o InSaúde e o Sindisaúde, em relação ao pagamento dos salários.

De acordo com a pasta, os funcionários reclamaram quanto a descontos de INSS e Imposto de Renda na folha de pagamento de dezembro. A operação é gerenciada pelo InSaúde, empresa terceirizada responsável pelo contrato da UPA.

Ainda conforme o comunicado, a SMS adiantou, junto a Secretaria de Gestão e Finanças, o pagamento da diferença mensal do piso referente a novembro, que seria repassado no final do mês de dezembro. Os valores devem ser repassado aos funcionários pelo InSaúde. A nota ressalta que todos os demais repasses do município estão em dia, inclusive, “o relativo à diferença do piso da enfermagem”.

Os atendimentos já retornaram à normalidade, segundo o comunicado.

Contratos com gestoras encerram em dezembro

Os contratos atuais da UPA Central, com o InSaúde, e da UPA Zona Norte, com a Fundação Universidade de Caxias do Sul (FUCS), podem ser renovados temporariamente enquanto o município realiza o credenciamento de empresas interessadas na gestão das unidades.

Em breve, de acordo com a Secretaria da Saúde, deve ser divulgada a metodologia de seleção e contratação, além de mais informações sobre o processo de credenciamento. Os contratos expiram em 15 de dezembro (Central) e 31 de dezembro (Zona Norte).

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp