Com Penitenciária Estadual quase lotada, presos poderão ficar nas delegacias

As cenas de detentos algemados em delegacias e até em viaturas da Brigada Militar na Região Metropolitana podem ser vistas…

Publicado por
15:16 - 21/06/2017

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

As cenas de detentos algemados em delegacias e até em viaturas da Brigada Militar na Região Metropolitana podem ser vistas em breve também em Caxias do Sul. O que pode ocorrer é um efeito dominó, que tem como origem a superlotação dos presídios na Serra Gaúcha.

Restam cerca de 25 vagas para novos detentos na Penitenciária Regional. Foto: Sidinei José Brzuska

Ainda no mês de abril, a juíza Milene Rodrigues Fróes Dal Bó determinou a interdição do Presídio Regional, antes chamado de Penitenciária Industrial (Pics), além disso ela também fixou o limite máximo de 647 detentos na Penitenciária Estadual, no Apanhador.

O delegado substituto Marco Antônio da Silva, da 7ª Delegacia Penitenciária Regional, explica que ainda existem cerca de 25 vagas na Penitenciária Estadual, mas a partir do momento que elas forem preenchidas o local não receberá novos detentos. Ele ainda admitiu a possibilidade de que os presos fiquem alocados em delegacias até que os presídios da cidade possam receber novos detentos.

“Essa possibilidade existe, a partir do momento em que atingir o teto que o judiciário estabeleceu vai acontecer isso aí (presos ficando em delegacias)”, revela.

Vale ressaltar que outros presídios na Serra Gaúcha também apresentam quadros de superlotação, o que inviabiliza a transferências dos detentos para outras casas prisionais.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp