Com alertas de inundação, cidades da Serra Catarinense enfrentam alagamentos e estragos

A Defesa Civil do estado emitiu alertas sobre a possibilidade de inundações progressivas

Publicado por
16:29 - 17/11/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Com alertas de inundação, cidades da Serra Catarinense enfrentam alagamentos e estragos

Fotos: Reprodução/Redes Sociais

Nesta sexta-feira (17), as intensas chuvas retornaram, provocando alagamentos e danos em diversas regiões de Santa Catarina. A Defesa Civil do estado emitiu alertas sobre a possibilidade de inundações progressivas, tempestades, raios e rajadas de vento em municípios da Serra Catarinense, onde já são contabilizados prejuízos e alagamentos.

Lages

A forte chuva provocou alagamentos em diversos pontos de Lages. Conforme os dados da Defesa Civil Municipal, o volume de chuvas das últimas 48 horas foi equivalente a 100,54 milímetros, com nível do rio Carahá atingindo a marca de 4.52 metros às 9h15 desta sexta-feira (17).

Isto ocasiona vários pontos de alagamentos pelas margens do rio Carahá (avenida Belizário Ramos) e rio Passo Fundo, devido às fortes enxurradas.  Os bairros mais afetados, até o momento, são: Daniel, Gethal, Guarujá, Habitação, Ponte Grande, Sagrado Coração de Jesus, Universitário, Vila Maria, Vila Nova e Santo Antônio.

Aproximadamente 40 pessoas já foram afetadas por inundações, enxurradas, deslizamentos de terras, queda de residências, destelhamentos. No abrigo ativo do Centro POP estão alojadas nove pessoas que tiveram suas casas inundadas.

Urubici

Em Urubici, as chuvas resultaram no aumento do nível dos rios. No bairro Feti, a água invadiu a pista. Também transbordaram duas pontes no Baiano, causando impactos significativos na região.

Além disso, mais uma barreira caiu na SC-110, entre Urubici e São Joaquim, devido às fortes chuvas, causando a interdição.

SC-110, em Urubici, foi interditada | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Correia Pinto

No hospital de Correia Pinto, o grande acúmulo de água causou rachaduras no chão. A Defesa Civil municipal comunicou à reportagem que foi necessário acionar a intervenção da Defesa Civil Estadual, uma vez que a obra em questão foi projetada e executada por ela.

Ainda conforme a Defesa Civil de Correia Pinto, na semana passada, engenheiros da Defesa Civil Estadual e da empresa responsável pela obra estiveram no local e decidiram realizar ajustes no perfil do solo, uma vez que ocorreram rebaixamentos e surgiram fissuras. Esse processo tinha como objetivo monitorar o comportamento tanto do solo quanto do muro de gabião. Após a conclusão dos reparos, as chuvas intensas recomeçaram, resultando na reaparição dos mesmos problemas.

Anita Garibaldi

Imagens divulgadas em redes sociais mostram os riachos transbordando e a água invadindo estradas e até algumas residências em Anita Garibaldi. A situação se repete após o município ter vivenciado alagamentos severos no início do mês de outubro, quando a cidade acordou coberta de lama e diversos imóveis foram afetados.

Este novo episódio causou a interdição de pontes e acessos na cidade e interior. As aulas foram suspensas em toda a rede municipal de ensino, na quinta e sexta-feira, levando em consideração a grande quantidade de chuvas das últimas horas.

Novamente os atendimentos em algumas repartições públicas foram afetados com os alagamentos e enxurradas, a exemplo da Unidade Básica de Saúde Dr. Clóvis Cechin e a Escola Municipal de Ensino Fundamental José Borges da Silva.

São José do Cerrito

O município de São José do Cerrito foi severamente impactado pelas chuvas. Desde quinta-feira (16), várias residências foram invadidas pelas águas, forçando a saída de moradores.

Vídeos compartilhados mostram a intensidade da correnteza na Ponte do Passo dos Fernandes, que faz a divisa entre São José do Cerrito e Lages.

Cerro Negro

A prefeitura de Cerro Negro informou que a ponte localizada na comunidade do Araçá, no interior do município, que liga os municípios de Cerro Negro e Abdon Batista, está interditada, com recorde da quantidade de água.

Foto: Prefeitura de Cerro Negro

Otacílio Costa

Fonte: Carolina Sott/SSC10

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp