Chuva provoca desabamentos e interdições de moradias em bairros de Caxias do Sul

Medição do Samae indica que, até às 8h desta segunda-feira (17), o município foi atingido por um volume de 190mm de água

Publicado por
11:00 - 17/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Chuva provoca desabamentos e interdições de moradias em bairros de Caxias do Sul

Foto: Prefeitura de Caxias/divulgação

Aproximadamente 10 bairros de Caxias do Sul registraram danos por conta da chuva forte que caiu neste fim de semana. A medição do Samae indica que, até às 8h desta segunda-feira (17), o município foi atingido por um volume de 190mm de água.

Segundo a Defesa Civil local, houve chamados por desabamentos e interdições de casas, e alagamentos. Equipes da Secretaria da Habitação e da Fundação de Assistência Social (Fas) prestaram apoio com a distribuição de lonas, e condução de pessoas afetadas para abrigos. Ninguém se feriu.

No bairro Desvio Rizzo, três sobrados oferecem riscos estruturais, e foram evacuados. Já no Rio Branco, uma mulher de 86 anos precisou ir morar com familiares após a casa dela ser invadida pelas águas de uma tubulação pluvial que rompeu. Ainda, uma residência desabou no Planalto e, outra, na Rua Mário Lopes, no Fátima.

Nesta segunda, o prefeito Adiló Didomenico visita localidades afetadas por alagamentos. “Estaremos com várias equipes circulando, procurando levar o alívio necessário a todos esse pontos que mapeamos“, afirma. De acordo com a prefeitura, regiões que sofreram com rompimento de redes de drenagem ainda em maio são acompanhadas pela Secretaria de Obras, que ainda não teria conseguido realizar todos os consertos por falta de tempo hábil.

Atendimentos deste domingo (16) em decorrência da chuva:

  • Bairro Desvio Rizzo: três sobrados interditados por danos estruturais;
  • UBS Centenário: área isolada por risco de deslizamento. UBS está fechada ao público devido à estrutura comprometida.
  • Bairro Rio Branco: rompimento de tubulação pluvial com alagamento de uma casa e necessidade de evacuar a residência com ajuda dos bombeiros. Uma mulher de 86 anos foi para residência de familiares;
  • Forqueta: telhado rompeu e água invadiu local que abrigava aldeia indígena;
  • Perimetral Norte: ponto de alagamento próximo à revenda de veículos Sinergia, com bloqueio do trecho;
  • Bairro Charqueadas: rompimento parcial de drenagem pluvial;
  • Bairro Cidade Nova, Rua Maestro João Cosner: alagamento de residências;
  • Bairro Ipiranga, Rua Oscar Serafini: alagamento de rua e residências;
  • Bairro Planalto: casa abandonada caiu sobre casa do vizinho;
  • Bairro São Leopoldo: residência interditada por deslizamento de terra;
  • Bairro Fátima: uma residência desabou na Rua Mário Lopes.

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp