Caxias do Sul registra diminuição no número de contêineres incendiados nos primeiros meses de 2024

Foram oito casos desde o início do ano. Secretaria de Segurança Pública atribui redução ao cercamento eletrônico implementado em outubro

Publicado por
16:50 - 23/02/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
contêineres

Foto: Codeca

Uns dos destaques negativos de Caxias do Sul em 2023, foi o número elevado de contêineres incendiados nas ruas da cidade. Ao todo, 133 unidades sofreram danos, causando um prejuízo inesperado para o município. O contêiner verde, para resíduos orgânicos, custa em torno de R$ 13 mil a unidade. O amarelo, para o lixo seletivo, tem custo de R$ 2 mil cada.

Em 2024, os números registrados evidenciam uma redução expressiva nas ocorrências. Nos dois primeiros meses deste ano, oito contêineres foram incendiados em Caxias. No mesmo período de 2023 foram 51.

De acordo com o secretário municipal de Segurança Pública, Paulo Roberto da Rosa, o principal fator para a redução foi o sistema de cercamento eletrônico, videomonitoramento implantado pelo município em outubro passado.

“Nós instalamos as câmeras e foi inaugurado o centro integrado em outubro de 2023. Aí já podemos mencionar que tivemos uma redução. Foram 23 casos nos meses de outubro, novembro e dezembro. E agora no início do ano tivemos essa redução para oito”, descreve o secretário.

Além do videomonitoramento, Rosa destaca a importância da participação da população na contenção do vandalismo contra os contêineres. Denúncias podem ser feitas pelo número 153, da Guarda Municipal, além do 190 da Brigada Militar.

O videomonitoramento permite a vigilância de vários locais ao mesmo tempo com um número reduzido de operadores. O sistema monitora imagens em espaços públicos a fim de inibir situações de risco. Já o cercamento eletrônico identifica placas de veículos com o objetivo de coibir a prática de crimes, como o furto e o roubo de veículos.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp