Carta de despedida é encontrada no apartamento de campeã olímpica que caiu do 17º andar, em São Paulo

Caso é tratado como suicídio

Publicado por
12:31 - 22/09/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
WALEWSKA

Foto: Reprodução

Novas informações sobre a morte da ex-jogadora de vôlei da Seleção Brasileira Walewska Oliveira, que morreu nesta quinta-feira (21) aos 43 anos após cair do 17º andar de um prédio na região dos Jardins, em São Paulo.

De acordo com o boletim de ocorrências conseguido pelo UOL, uma carta de despedida foi encontrada dentro de uma pasta sobre a mesa em que Walewska estava. Uma garrafa de vinho, uma taça e um celular também foram encontrados. o caso é investigado como suicídio.

A ex-jogadora foi revelada pelo Minas, em 1995 e ficou no clube até 1998. Ela voltou ao time da capital mineira em 2014 e ficou até o ano seguinte. A meio-de-rede ainda defendeu Rexona/Ades, São Caetano, Sirio Perugia da Itália, Murcia da Espanha, Zarechie da Rússia, Vôlei Futuro, Vôlei Amil, Minas, Osasco e Praia Clube, onde encerrou a carreira.

Wal, como era conhecida, faturou o ouro olímpico em Pequim-2008. Antes, ela fez parte do elenco brasileiro que foi bronze em Sydney-2000.

Walewska também teve duas passagens pelo Praia Clube, de Uberlândia. A primeira foi entre 2015 e 2018, quando conquistou o título da Superliga Feminina de Vôlei pela segunda vez na carreira (ela já havia sido campeã em 2000 pelo Rexona/Ades).

A ex-atleta estava em São Paulo para a divulgação de sua biografia. Nesta quinta-feira, ela gravou um podcast na capital paulista e esteve em um evento onde apresentou o livro.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp