Brasil de Farroupilha não confirma participação na Divisão de Acesso 2023 e pede prazo a FGF

Clube farroupilhense não tem orçamento suficiente para disputar a competição estadual

Publicado por
15:59 - 15/02/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Foto: Divulgação SERC Brasil/ Lenita Maraschin

A direção do Brasil de Farroupilha esteve presente na tarde desta terça-feira (14), na sede da Federação Gaúcha de Futebol, onde houve o Congresso Técnico do Campeonato Gaúcho série A2, popular Divisão de Acesso. Na ocasião foram definidos os grupos e a data de início da competição, que será em 16 de abril.

O Brasil de Farroupilha não confirmou sua participação, solicitando prazo até o final do corrente mês para posicionar a FGF a respeito, tal fato se deve exclusivamente a situação orçamentária.

Segundo o presidente Elenir Bonetto, “o trabalho dos últimos anos vem sendo em preservar a saúde financeira do clube, o que vem sendo conseguido com muito esforço, mesmo assim, sempre tem se conseguido participar das competições de uma forma responsável, sem maiores investimentos, mas ainda assim conseguindo representar nossa comunidade da melhor forma e também sem abdicar dos demais projetos do clube que são marcas dessa gestão: categorias de base e futebol feminino.”

Porém, em virtude do momento econômico atual, com pouquíssimo apoio e sem perspectivas concretas de subsídios, a solução seria desistir da competição. Tal fato acarretaria no rebaixamento automático do clube e ainda a pena de multa e suspensão de todas as competições oficiais por 2 anos.

É de total ciência que isso seria de um prejuízo imenso para a história do clube, para o esporte como um todo e para a comunidade farroupilhense, mas o presidente ressalta que mesmo assim, é preciso agir com responsabilidade e não contrair pendências que não se possa honrar.

Devido a isso, o prazo solicitado é essencial e derradeiro para que se possa buscar recursos necessários para a disputa da competição, a direção, conselho deliberativo, ex-dirigentes e apoiadores estarão imbuídos em reverter esse cenário, que seria trágico, para isso já se iniciam os apelos por essa nota, às forças de nossa comunidade, que possam contribuir nessa causa e mantermos vivo nosso clube de 84 anos.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp