Brasil avança no desenvolvimento de drones de combate: primeiro teste previsto para 2025

Exército Brasileiro receberá, em breve, três unidades do Nauru 1000C, drone não-tripulado, que serão modificadas para carregar mísseis

Publicado por
15:40 - 09/07/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Brasil avança no desenvolvimento de drones de combate: primeiro teste previsto para 2025 (Crédito: Divulgação/XMobots)

Brasil avança no desenvolvimento de drones de combate: primeiro teste previsto para 2025 (Crédito: Divulgação/XMobots)

O Brasil está prestes a dar um passo significativo no campo da tecnologia militar com o desenvolvimento do seu primeiro drone de combate, planejado para iniciar os testes no próximo ano. Até agora, as Forças Armadas brasileiras contavam com cinco modelos de drones voltados exclusivamente para monitoramento, sem capacidade de armamento.

Um desses modelos é o Nauru 1000C, fabricado pela Xmobots, que desde 2022 está em uso na versão de monitoramento. Segundo Giobani Amiant, fundador e CEO da empresa, o projeto para uma versão armada do Nauru 1000C começou em 2023, com a previsão de equipá-lo com dois mísseis.

Em 2024, avançamos para a fase de testes, e estamos programados para concluir a integração final em 2025, culminando com o primeiro disparo de míssil realizado por um drone brasileiro“, afirmou Amiant.

O desenvolvimento desse drone de combate representa um marco importante para a indústria de defesa nacional, destacando a capacidade crescente do Brasil em tecnologia aeroespacial militar. A expectativa é que essa nova tecnologia possa fortalecer as operações das Forças Armadas, oferecendo novas capacidades estratégicas e táticas em missões críticas.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp