Atualização cadastral para distribuição de moradias populares tem mais de 4 mil inscritos em Caxias do Sul

Lista de pré-selecionados para “A Casa É Sua” será divulgada em janeiro de 2024

Publicado por
07:36 - 08/12/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Atualização cadastral para distribuição de moradias populares tem mais de 4 mil inscritos em Caxias do Sul

Foto: Rafaela Trevisan/divulgação

De 2 de setembro a 30 de novembro, a Secretaria da Habitação (SMH) de Caxias do Sul mobilizou uma atualização cadastral e inclusão de novas famílias na base de dados que norteará a distribuição das moradias que integram os programas habitacionais reunidos no Habita Caxias. Ao todo, foram 4.222 registros, conforme a pasta. Agora, a SMH trabalha na validação dos cadastros e confirmando se cumprem os requisitos estabelecidos no edital do projeto “A Casa é Sua”, do governo do Estado.

A divulgação da listagem de selecionados a participar do programa estadual de habitação ocorre no dia 10 de janeiro do próximo ano. “Serão chamadas 300 famílias, sendo que 227 irão receber as casas populares na ordem das melhor pontuadas nos critérios de seleção e que apresentarem a documentação necessária e a comprovação das informações”, informou o diretor geral da SMH, Volmir Moschen.

Os perfis prioritários para receber as moradias populares, que serão construídas no loteamento Campos da Serra para cidadãos de baixa renda, são mulheres chefes de família, idosos e pessoas com deficiência.

Minha Casa, Minha Vida

A listagem de selecionados para o programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, só deve ser divulgada quando 50% da construção dos empreendimentos que serão construídos no loteamento San Gennaro 1 e 2. Para oferecer oportunidade para que novas famílias possam se registrar, a SMH informa que será reaberto o cadastramento, ainda no primeiro trimestre de 2024, com processo online e permanente.

O número de cadastrados foi considerado positivo pelo gerente de Moradia Popular da SMH, Paulo César Vidal. “Tivemos quase o mesmo volume que o cadastramento anterior, realizado entre outubro de 2018 e outubro de 2019. Mas poderia ter sido ainda maior, pois tivemos um não comparecimento de cerca de 30% das pessoas que fizeram agendamentos. Isso acabou gerando retrabalho e tirando a oportunidade de outras pessoas serem atendidas”, disse Vidal.

Durante o período de cadastro foram realizados cinco mutirões, além dos atendimentos durante a semana, das 8h às 17h (houve ampliação nos horários ao longo do processo). Entre os pontos que chamaram a atenção da equipe que participou do trabalho foi a grande procura de estrangeiros, principalmente venezuelanos. “Embora grande parte não se enquadre na questão de tempo de residência no país e/ou em Caxias do Sul”, explicou Vidal.

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp