Anvisa recebe novo pedido para registro de testes de monkeypox no Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu, na última terça-feira (2), o segundo pedido de registro para testes de…

Publicado por
15:01 - 06/08/2022

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Monkeypox

Anvisa recebe segundo pedido de teste para Monkeypox (Foto: REUTERS/Dado Ruvic/Illustration/Agência Brasil)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu, na última terça-feira (2), o segundo pedido de registro para testes de monkeypox, a varíola dos macacos, no Brasil. Este, por sua vez, foi solicitado pela empresa Comércio e Indústria de Produtos Médico-Hospitalares e Odontológicos (CPMH).

Dessa forma, a empresa busca protocolar o produto Monkeypox Virus Nucleic Acid Detection Kit. De acordo com a Anvisa, o pedido já está em análise por parte equipe técnica.

Anteriormente, a empresa Biomédica também havia solicitado registro. Neste caso, a agência analisou e traçou algumas exigência. Estas, por sua vez fazem buscam informações e dados necessários para a conclusão da análise pela equipe técnica.

Como são feitos os diagnósticos?

Atualmente o diagnóstico da monkeypox no país é feito por meio de ensaios moleculares de PCR, com metodologia desenvolvida pelo próprio laboratório de análise clínica. Esta forma de atuação está regulamentada, e é equivalente à aplicada por diferentes países, principalmente quando ocorre epidemia por agentes etiológicos emergentes.

Monkeypox no Brasil

Na Serra Gaúcha, Caxias do Sul, Garibaldi e São Marcos já divulgaram casos de monkeypox entre seus habitantes. Ainda assim, até a última sexta-feira (6), o Brasil já havia registrado cerca de 2.004 casos.

Em tempo, apenas uma morte foi registrada no país, de um morador do estado de Minas Gerais.

 

Com informações: Agência Brasil

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp