Animais atingidos pelas chuvas em Caxias do Sul são abrigados por ONGs e Semma

Saiba como ajudar com doações via pix ou produtos em pontos de coleta espalhados pela cidade. Os atingidos da Região Metropolitana também serão acolhidos por uma instituição

Publicado por
13:46 - 07/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Animais atingidos pelas chuvas em Caxias do Sul são abrigados por ONGs e Semma

Animais da cidade de Canoas estão sendo encaminhados para Caxias do Sul para receberem abrigo devido à enchente - (Foto: Divulgação/Intituto Patinhas)

Diante do cenário desafiador provocado pelas fortes chuvas, os animais atingidos estão sendo abrigados por ONGs e pela Semma (Secretaria Municipal do Meio Ambiente), em Caxias do Sul. Doações estão sendo recebidas via pix ou em pontos de coleta espalhados pela cidade. Os itens mais solicitados pelos protetores são rações, camas, tapetes higiênicos, areias (para gatos), entre outros. Os pets atingidos pela enchente na Região Metropolitana também serão acolhidos na cidade.

Muitos tutores de animais que precisaram sair de suas casas devido aos riscos ocasionados pelas fortes chuvas e não os levaram consigo, acabaram deixando em suas residências, os quais foram, em boa parte, resgatados por protetores de animais ou equipes da Semma, quando solicitados. Os resgatados sem identificação foram encaminhados temporariamente para o Canil Municipal, conforme relatado pelo órgão.

Resgates

Alguns dos resgates realizados pelas ONGs estão sendo encaminhados para diversos locais, visto que muitas não possuem sede própria. Exemplo da ONG SRDSem Raça Definida, na qual ainda não há pavilhão em Caxias do Sul, apenas um local emprestado em Nova Milano, interior de Farroupilha. A organização resgatou 32 animais de áreas de risco (Galópolis, Fátima e Reolon) até o momento.

O Instituto Patinhas segue trabalhando nos resgates de animais nos últimos dias. Os voluntários conseguiram um pavilhão emprestado por 60 dias, pois devido às fortes chuvas que atingiram o abrigo, inclusive, o gatil novo da sede foi destruído. Além disso, a entidade está auxiliando os atingidos no interior, caso de Galópolis, onde uma protetora está cuidando de 76 animais. Cerca de três animais resgatados na região serão encaminhados ao novo espaço para cuidados. A solidariedade da ONG é tamanha que será um local de abrigo para animais debilitados atingidos pela enchente histórica na Região Metropolitana. É essencial destacar que, embora o Instituto Patinhas esteja comprometido em ajudar, o pavilhão emprestado possui capacidade limitada, priorizando casos de extrema urgência e gravidade. O espaço será destinado apenas aos animais resgatados pelo Instituto Patinhas, após uma triagem cuidadosa para determinar a necessidade de resgate, a origem do resgate e a existência de um tutor.

As equipes da Semma também estão realizando resgates de animais atingidos pelos eventos climáticos. Os pets de tutores que solicitaram ou que comunicaram que deixaram em suas casas em Caxias do Sul, foram resgatados e encaminhados para os abrigos. Os animais encontrados sem identificação de donos estão sendo encaminhados ao Canil Municipal de forma temporária.

No domingo (05), o Departamento de Proteção Animal (DPA) prestou apoio a ONGs que atuam na causa animal para o resgate de pets que foram abandonados no bairro Galópolis. A ação mobilizou as secretarias de Trânsito, Transportes e Mobilidade, Habitação, Meio Ambiente, Guarda Municipal e Defesa Civil, com o Exército e os Bombeiros evacuou, entre a tarde e a noite de sábado, uma grande área com risco de deslizamentos de terra da encosta e devido à abertura de uma grande fenda no asfalto na Estrada Vitor São Bernardo. Muitas pessoas conseguiram levar os animais de estimação na evacuação, porém, alguns pets ficaram para trás e levados para locais seguros. O cadastro desses cães e gatos está sendo feito para ficar registrado, por exemplo, quem são os tutores e qual o endereço.

Grande porte

Segundo a Semma, os animais de grande porte ainda não foram recolhidos, pois nenhum pedido foi recebido pelo órgão municipal. Algumas galinhas e um coelho de propriedades foram recolhidos e encaminhados no abrigo onde está o respectivo dono.

Ainda, devido às áreas de risco no interior, os resgates em propriedades podem não ter sido notificados.  Também não há um balanço completo de perca de produção nas áreas atingidas por ser um evento recente.

Doações

Instituto Patinhas

As doações de ração, produtos de higiene, limpeza e alimentos para as famílias devem ser encaminhadas aos pontos de coleta (descritos em publicação abaixo). O pix para auxiliar com recurso financeiro é o CNPJ: 43563779000166.

Os itens mais buscados pelos voluntários é ração de gato e cachorro, água mineral, fraldas geriátricas, leite em pó de 0 a 3 meses, fraldas de crianças tamanhos P, M e G e alimentos. Conforme a instituição, também estão sendo arrecadados itens para humanos devido à necessidade de tantas pessoas desabrigadas em outras regiões do RS atingidas.

ONG SRD – Sem Raça Definida

Hoje, a situação crítica nos abrigos da SRD. O estoque de ração praticamente se esgotou, e muitos animais, verdadeiramente abandonados, estão sem comida. Mesmo com dificuldades financeiras, alguns vizinhos locais estão ajudando, mas a necessidade é grande demais para ser suprida apenas por eles.

Doações recebidas são de ração, sachês, casinhas, cobertas e outros itens essenciais, como antipulgas, vermífugos e recursos para realizar testes de cinomose e oferecer banhos aos resgatados. Os voluntários também pedem ajuda para custeio com as clínicas veterinárias.

A situação é ainda mais grave em um dos lares temporários em Vila Seca, que foi completamente devastado pelas recentes chuvas. Todo o estoque de ração foi perdido, e os canis e gatis foram arrasados. Doações podem ser realizadas via pix [email protected].

GAP – Grupo de Proteção Animal

Devido às chuvas, o lar temporário dos animais resgatados pela GAP foi atingido principalmente na alimentação, causando um prejuízo em torno de R$ 78 mil. Os voluntários estão reunindo recursos para angariar material mais resistente para armazenamento das rações. Com isso, estima-se que arrecadando cerca de R$ 10 mil ou R$ 15 mil possa ser adquirido um contêiner para guardar a alimentação.

A ONG está recebendo cobertas, ração para cães e gatos marca Gran Plus, casinhas. Os donativos que não forem utilizados neste momento serão encaminhados para entidades de Muçum, Roca Sales e Encantado. A loja Petz é uma das parceiras que tem ponto de arrecadação e fará a doação de um caminhão com produtos para a entidade, incluindo doações para as cidades citadas.

O GAP não realizou resgates, pois conforme os voluntários, a ONG possui muitos animais assistidos e inclusive os salvos das últimas chuvas.

Para doar, os pontos de coleta estão nas lojas Tudo em Rações (rua Botafogo, 1660, bairro Universitário) ou nas duas unidades da Petz (Av. Rubem Bento Alves, 8457, bairro Cinquentenário – ou Av. Rubem Bento Alves, 3483, bairro Universitário).

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp