39 esportistas de Bento Gonçalves recebem o Bolsa Atleta

Durante a tarde desta sexta-feira (24) 39 esportistas de Bento Gonçalves foram contemplados com apoio financeiro através do Bolsa Atleta….

Publicado por
18:03 - 24/06/2022

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
ESPORTE CAPOEIRA BOLSA ATLETA

Durante a tarde desta sexta-feira (24) 39 esportistas de Bento Gonçalves foram contemplados com apoio financeiro através do Bolsa Atleta. O ato de entrega dos convênios aconteceu no salão nobre da prefeitura e confirmou que neste ano de 2022, o valor investido e divido entre eles é de R$150 mil.

Antes da cerimônia, o secretário de Esportes de Desenvolvimento Social, Eduardo Virísissimo, falou sobre poder ajudar estes atletas e relembrou quando ele próprio recebeu ajuda. Em 2002, o então prefeito de Bento Gonçalves, Darcy Pozza, soube que Viríssimo tinha oportunidade de lutar no exterior, mas as condições financeiras e a necessidade de ajudar sua família faziam o jovem repensar seu futuro no esporte. Assim, Eduardo recebeu ajuda par custear treinos em Porto Alegre e São Paulo. Depois, ele foi à Coréia do Sul competir. Na Ásia foi campeão.

Na época, eu me lembro que eu fui o único atleta da cidade que recebeu aquele incentivo no esporte individual e hoje aqui no município de Bento, nessa data, vamos entregar para 39 atletas o Bolsa Atleta Municipal, que foi uma Lei feita lá atrás, uma Lei municipal que ajuda os atletas a subsidiar os seus custos como competidores no esporte individual. Então é uma satisfação poder hoje estar aqui com o incentivo que eu recebi lá atrás. (…) Tenho certeza absoluta certeza que esses atletas vão fazer um bom uso do dinheiro público, um bom uso do dinheiro da comunidade e da população. Vão se empenhar o dobro para terem bons resultados, e, como consequência, servirão de exemplo para nossa juventude e para a nossa criançada.” Afirmou.

Número de atletas aumentou em relação a 2021

Desta forma, serão auxiliados atletas de 13 diferentes modalidades. Dentre elas estão o ciclismo, muay thai, jiu-jitsu, tiro esportivo, capoeira, padel, boxe, powerlifting, fisiculturismo, levantamento de peso, taekwondo, tênis e ginástica. Os atletas, das mais variadas idades poderão contar com o apoio financeiro para as competições e preparações vindouras. Neste ano, o número de atletas subiu em relação a 2021. Foram 39 selecionados e na última vez, 14.

Atletas destacam a importância do auxilio financeiro

Andryo Fracalossi de 16 anos, é lutador de jiu jitsu e compete com alta frequência em torneios fora da cidade. No último ano, inclusive, chegou a viajar para os Emirados Árabes Unidos para lutar o mundial do esporte. Para ele, o apoio recebido é fundamental para conseguir bancar treinos, alimentação, suplementação e questões médicas para prevenção ou recuperação de lesões. “[O auxilio] vai me fortalecer para viagens,  treinos e para a minha alimentação e suplementação que é muito importante para ter uma vida de atleta. Ser um atleta é alto rendimento, então, todo tipo de auxílio é muito bem-vindo.” refletiu.

Rafael Licks que há três anos é atleta de fisiculturismo, já treinou por uma década no Powerlifting e há 12 anos faz musculação. Ele destacou sobre a importância do aporte financeiro. “Esse incentivo significa uma continuidade e evolução no esporte, principalmente na minha modalidade, que requer muito na dieta, com alimentos bem específicos (…) com muita proteína, vegetais e legumes. Com o recurso conseguimos manter uma dieta equilibrada e também custear as viagens e competições”.

Da mesma forma que o fisiculturista, Leonardo Corodova, praticante de powerlifting, também entende que o benefício é de importância para a sua carreira. “Basicamente quando fiquei sabendo do edital foi a diferença entre só competir uma vez e começar a participar de processos seletivos e competições. Sem dúvidas é um aporte muito grande para nós e me sinto grato por isso e por dar continuidade na minha carreira de atleta com um aporte tão importante”.

O programa abrange atletas de diversas idades. Crianças com menos de dez anos, por exemplo, foram contempladas. O pequeno Gabriel Lazarotto luta jiu jitsu desde os seis anos. Atualmente com nove, ele sonha em ser lutador do UFC. O jovem lutador esteve acompanhado da mãe que afirmou já planejar usar da verba para custear a ida ao campeonato em São Paulo

Próximo Bolsa Atleta

No ano de 2023 o Bolsa Atleta deve voltará a selecionar esportistas da cidade. Porém, diferentemente deste ano, que fez a seleção mais tardia por conta da pandemia, as inscrições devem acontecer ainda em fevereiro ou março. Dessa forma, na próxima temporada, os atletas terão verba antes.

PESSOAS ATLETAS CARECA BOLSA ATLETA

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp