Condutor envolvido em acidente fatal na BR-470, em Bento, estava embriagado

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) constatou a embriaguez do motorista de um veículo GM/Montana, envolvido no acidente que vitimou o…

Publicado por
11:56 - 10/04/2019

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) constatou a embriaguez do motorista de um veículo GM/Montana, envolvido no acidente que vitimou o motociclista Jonatan Salvadori Marin, 25 anos. O acidente ocorreu a noite desta terça-feira (9), no quilômetro 212 da BR-470, próximo ao trevo de acesso da Linha Eulália, em Bento Gonçalves.

O teste de etilômetro do condutor da caminhonete resultou em 0,80 mg de álcool por litro de ar expelido. No reteste, o resultado foi de 0,73 mg/l. Segundo o boletim de ocorrência, na ocasião, o condutor da Montana teria dito “vou estourar este bafômetro”, em tom de deboche. No acidente, o motorista e o ocupante do veículo ficaram feridos e foram encaminhados ao hospital para atendimento médico.

Segundo informações, após receber alta, o condutor da Montana será acusado por flagrante de homicídio culposo com embriaguez. A pena prevista para este crime é de 5 e 8 anos de prisão.

O acidente

Um grave acidente de trânsito vitimou um motociclista na noite desta terça-feira (9), no quilômetro 212 da BR-470, próximo ao trevo de acesso da Linha Eulália, em Bento Gonçalves.

Na ocasião, um veículo GM/Montana com placa de Bento Gonçalves acabou se chocando contra uma motocicleta, também emplacado na cidade. Após a colisão, a motocicleta incendiou. O ocupante da moto, identificado como Jonatan Salvadori Marin, 25 anos, morreu no local.

A corporação de Bombeiros de Bento Gonçalves atendeu a ocorrência, juntamente com equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Fotos: PRF/Divulgação

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp