Mulher é presa por boca de urna em Igrejinha

A guarnição localizou e abordou a suspeita, de 38 anos

Publicado por
16:08 - 30/10/2022

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Mulher é presa por boca de urna em Igrejinha

Foto: Imagem ilustrativa

Na manhã de domingo (30), por volta das 11 horas, a Brigada Militar de Igrejinha foi acionada na Rua Bento Gonçalves, área central, na Escola Berthalina Kirsch, local de votação, para averiguar crime eleitoral de boca de urna.

No local os Policiais Militares realizaram contato com o fiscal do prédio, onde relatou que uma mulher, fiscal de um partido, teria entregado um adesivo para um eleitor, quando este estava na fila de votação.

Crime eleitoral

A guarnição abordou a suspeita, de 38 anos, sendo encontrado na sua bolsa seis adesivos de um candidato a presidente e uma camiseta, com a inscrição: o voto é secreto.

A parte foi presa por crime eleitora e encaminhada a delegacia de polícia de Igrejinha (*Fonte 1º BPAT)

Outras prisões

A Brigada Militar apreendeu neste domingo, em Santa Cruz do Sul, uma arma com um secretário eleitoral que atuava na Escola José Wilke, no bairro Avenida. Depois de uma testemunha identificar o indivíduo, os policiais encontraram a arma e munição dentro de uma mochila. A BM registrou a ocorrência e ambos foram liberados.

Conforme boletim da Secretaria da Segurança Pública, até às 14h, foram registrados 24 crimes eleitorais no Rio Grande do Sul. Do total, os crimes com maior número de ocorrências foram boca de urna (4), porte ilegal de armas (4), apreensão de objetos, desacato (2) e vias de fato (2). (Rádio Guaíba)

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp