Investimento de R$ 3 milhões pode reativar quartel dos Bombeiros na Zona Norte de Caxias do Sul

Leia mais Pela primeira vez em Caxias do Sul, projeto Bombeiro Mirim abre inscrições Homem que morreu em acidente de…

Publicado por
19:40 - 04/10/2021

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

(Foto: Isa Severo/Grupo RSCOM)

A Frente Parlamentar em Defesa da Reforma e Reabertura do Quartel de Bombeiros da Zona Norte, juntamente com a Comissão de Legislação Participativa e Comunitária,  realizou uma reunião pública na tarde desta segunda-feira (4) na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul.  A frente é presidida pelo vereador Zé Dambrós (PSB) que trata dos desafios envolvendo a reativação da unidade de combate a incêndios.

O quartel da Zona Norte foi uma reivindicação da comunidade que iniciou em 1991 quando moradores buscavam parcerias para realizar a obra. Uma comissão comunitária surgiu em 2001 para que o espaço fosse construído. Localizado na RSC-453, no bairro Pôr do Sol, atendia aos 32 bairros e loteamentos que somados, chegam a cerca de 100 mil habitantes.

Com um investimento oriundo do orçamento do município e do Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros (FUNREBOM) foram arrecadados R$550 mil para a construção. Em 2008, na gestão do prefeito Ivo Sartori (MDB) foi assinada a ordem de construção, em junho de 2011 foi inaugurado e cinco anos depois, em março de 2016 o espaço foi desativado. A justificativa seria pela falta de efetivo.

(Foto: Camara/Divulgação)

A frente apontou alguns dados, como a estimativa de que cerca de 30% das ocorrências de incêndio de Caxias do Sul acontecem na Zona Norte. Segundo o vereador Dambrós a frente parlamentar já realizou dois mutirões no antigo quartel para limpar o espaço que foi depredado, ” Já fizemos mutirões de limpeza, nós estamos cuidando daquele que vai ser com certeza a nossa esperança na zona norte, numa região que tem muitas casas de madeira, muito problema com instalações elétricas e também uma outra situação que a pandemia trouxe, lixo seletivo, guardado dentro de casa, então muito risco de incêndio”, fala.

No local haviam cobertores, camas, alimentos e muitos objetos possivelmente de moradores de rua que procuravam o quartel para se abrigar. As paredes foram pixadas e as telhas foram arracandas.

O Tenente-coronel Julimar Fortes Pinheiro, titular do 5º Batalhão de Bombeiro Militar (BBM) – que encontra-se de férias regulamentares-  se manifestou pela transmissão ao vivo e informou que para reativação é necessário uma quantia de R$ 3 milhões para que volte a ser operacional.

“Como Comandante do 5º Batalhão de Bombeiro Militar, me sinto na obrigação de dizer que não faltará esforços para reativarmos este aquartelamento, com ações responsáveis e sem preocupações com protagonismo. Temos, neste contexto, uma planilha de cálculo que demanda de maneira objetiva e clara as necessidades que se impõem para que seja possível a reabertura do Quartel da Zona Norte. Temos, neste contexto, uma planilha de cálculo que demanda de maneira objetiva e clara as necessidades que se impõem para que seja possível a reabertura do Quartel da Zona Norte.aproxidamente R$ 3.000.000,00 (três milhões de reais) para que o Quartel da Zona Norte tenha condições de atuação operacional, a partir da reconstrução (reforma) do prédio e emprego dos efetivos.​com materiais e equipamentos compatíveis com as necessidades que garantirão, de forma responsável e permanente, os serviços essenciais prestados pelo Corpo de Bombeiros Militar”, disse.

O deputado estadual Elton Weber (PSB), que esteve presente na reunião, durante sua fala afirmou que o tema deve virar debate na Assembleia Legislativa Gaúcha para que se consiga parte dos recursos necessários, Eu acredito que a Assembleia Legislativa pode talvez entrar com uma parte, como certamente a bancada gaúcha com recursos dos Deputados Federais e temos convicção de que o município também nunca se nega a colaborar com uma parte também. Então eu acredito que a várias mãos, nas três esferas, município, estado e união possa se construir uma solução”, afirma.

Representando o 1º Batalhão de Bombeiros Militar, o Coronel e sub-comandante, Luiz Carlos Neves Soares Junior,na oportunidade divulgou alguns recursos que o 5º Batalhão deve receber nos próximos meses advindos do Estado.

“Caxias do Sul vai ser contemplada com viaturas. O governo do Estado também tem um plano de investimento e neste plano, Caxias do Sul está contemplada com uma viatura diferenciada, de acordo com seu porte, sendo que nós devemos aguardar pelo anúncio do governador. E também devemos aguardar por mais uma viatura resgate que está para acontecer até o ano de 2022“, conta.

O coronel ainda falou sobre a formatura de novos bombeiros militares em novembro que dentre estes, o efetivo de Caxias deve ser reforçado. Após isso, uma nova turma deve ingressar.

Ainda estiveram presentes os deputados estaduais, Carlos Búrigo (MDB) e Neri Andrade Pereira Júnior (Solidariedade).

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp