Em Bento, políticos voltam a debater a criação da Zona Franca da Uva e do Vinho

Em meio a seis mil projetos aptos a serem votados, a criação da Zona Franca da Uva e do Vinho,…

Publicado por
16:28 - 10/03/2019

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Em meio a seis mil projetos aptos a serem votados, a criação da Zona Franca da Uva e do Vinho, que visa a desburocratização de encargos para produtores da Serra Gaúcha, é mais um deles e recebeu atenção especial neste domingo (10). Com a presença de políticos de toda a região, vitivinicultores e representantes de entidades, o ato no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, levou cerca de 100 convidados ao Hotel Spa do Vinho às 10h30min. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), chegou apenas duas horas e meia depois.

Hoje, segundo dados apresentados no evento, 88% dos vinhos consumidos no Brasil são importados. Conforme os representantes da classe, isso ocorre por conta dos impostos praticados para os produtores locais. Por isso, a importância de desengavetar o projeto que está parado na Câmara Federal. A proposta foi apresentada no ano passado pelo ex-deputado federal João Derly.

De acordo com Rodrigo Maia, não há previsão para que o projeto vá à pauta no plenário da Câmara. Segundo o presidente da Casa, a reforma da Previdência, que deve ir à discussão nos próximos 20 dias, irá tomar toda a agenda do parlamento.

“O Brasil está passando por muitas mudanças. A pasta econômica do governo Bolsonaro tem uma agenda audaciosa. A Previdência cresce muito, além do custo anual, mais de R$ 50 bilhões por ano e, em segundo momento, vamos ver as questões tributárias.  Dentro delas, a questão do Vinho, que tem muita importância para o Brasil. O país é produtor de vinhos de boa qualidade e estamos perdendo para países vizinhos  exatamente pelo custo do estado brasileiro, porque quem paga a conta é o setor privado”, salienta.

Confira o discurso de Maia para políticos e produtores presentes no evento

Além da Zona Franca da Uva e do Vinho, as autoridades da Serra entregaram mais duas pautas para Maia: a conclusão da BR-470 entre André da Rocha e Lagoa Vermelha e a extensão da BR-448, a Rodovia do Parque. As duas vias são muito utilizadas para o escoamento da produção agrícola e vitivinicultora.

Imagens: (Maicon Rech/Grupo RSCOM)

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp