Centro de Capacitação e Comércio será implementado até setembro em Caxias do Sul

Solução apresentada visa articular atividades já exercidas no município, incluindo formalização, oportunidades de capacitação e fomento da prática do comércio regular e formal

Publicado por
15:49 - 03/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Centro de Capacitação e Comércio será implementado até setembro em Caxias do Sul

Foto: Maria Antonia Pires

O prefeito de Caxias do Sul, Adiló Didomenico (PSDB) anunciou, na manhã desta segunda-feira (03), a implementação de um Centro de Capacitação e Comércio no município. O espaço, que deve estar disponível no mês de setembro, terá uma estrutura para atender comerciantes, ofertando oportunidades e estratégias para geração de renda, pelo período de quatro anos.

O projeto foi apresentado pela manhã em uma reunião com vereadores e entidades de classe do comércio, e também em coletiva de imprensa.

Sabemos que existe um problema público e social que é a prática do comércio nas áreas de passeio público no centro de Caxias e o município buscou, junto à sociedade, a apresentação de soluções para essa questão. O Centro de Capacitação e Comércio vem para consolidar e articular políticas públicas já existentes no município”, afirma.

Matheus Neres da Rocha, secretário de Parcerias Estratégicas, explicou que essas atividades articuladas são baseadas em 4 eixos: formalização; capacitação; inclusão produtiva; e fiscalização do comércio no município, impedindo novas ocupações nas vias de passeio públicas.

Ele acrescenta que “o município vai publicar nos próximos dias um edital de chamamento público para a seleção do local para o Centro de Capacitação e Comércio. Deve ser um imóvel situado no interior do quadrilátero constituído pelas vias Cel. Flores, Rua Bento Gonçalves, Alfredo Chaves e Os 18 do Forte.”

O secretário da SDEI, Jorge Catusso, aproveitou o momento para destacar que esse não é um projeto de comércio ambulante e nem um comércio popular. “A implementação será de um Centro de Capacitação permanente e também de comércio”, enfatiza. Ainda, segundo Catusso, “esse imóvel vai sediar uma sala de corte e costura e modelagem, para o Banco do Vestuário, uma sala de capacitação e espaços para as bancas, para a prática do comércio formal e regular”.

O projeto será encaminhado ainda nessa semana para a Câmara de Vereadores e, após aprovado, será realizado um chamamento de credenciamento para os ambulantes que já haviam se credenciado em 2022, no Organiza Caxias. “Todos serão microempreendedores individuais e os que não são, vão passar pelo processo de formalização e por uma trilha de capacitações. O objetivo é que não seja só um comércio, mas sim um centro de oportunidades”, afirma a diretora de planejamento da SDEI, Daniela Maino.

Ao final dos primeiros quatro anos, a estimativa é de que sejam capacitadas cerca de 2,4 mil pessoas e de que dois terços do aluguel do espaço já esteja sendo pago pelos microempreendedores que estarão em atividade no local. Já o município ficará encarregado do valor correspondente às áreas de capacitações.

Segundo Rodrigo Lazzarotto, diretor de fiscalização da SMU, essa possibilidade da implementação do Centro de Capacitação e Comércio foi levada às lideranças dos ambulantes e eles receberam de forma positiva. “Construímos uma parceria bem sólida com eles que, inclusive, estão ansiosos para fazer essa migração. Estamos preparados para fazer com que eles entendam que essa é a melhor solução e estamos felizes com o resultado que está ganhando forma”, afirma.

O secretário de Urbanismo, Giovani Fontana, salientou que, depois do Centro em operação, a pasta já está articulada para coibir futuras instalações de ambulantes no passeio público.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp