Polícia investiga outros envolvidos em assassinato em Bento

A Polícia Civil segue investigando o paradeiro dos dois elementos que auxiliaram o autor do homicídio que vitimou Dorisete de…

Publicado por
17:53 - 30/08/2012

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

"Corpo

A Polícia Civil segue investigando o paradeiro dos dois elementos que auxiliaram o autor do homicídio que vitimou Dorisete de Biasi, 41 anos. O assassino confesso do crime é o ex-companheiro de Dorisete, que teria pago R$ 2 mil para cada um dos seus comparsas. Em seu depoimento, ele se recusou a dizer quem são os elementos. Apenas relatou que foi ele que cometeu o crime e que havia encontrado os cúmplices aleatoriamente, estando, portanto, impossibilitado de identifica-lo.

 

Dorisete foi raptada por três homens encapuzados na manhã de terça-feira, quando saía para trabalhar, às 6h, no Loteamento Cembranel, bairro São Roque. O corpo foi localizado no final da manhã de quarta-feira, na localidade de Tamandaré. O ex-companheiro acabou confessando o crime, dizendo que matou Dorisete por ciúmes, em virtude de não aceitar o fim do relacionamento.

 

O homem segue preso e responderá por homicídio qualificado. O autor confesso do delito disse em seu depoimento que juntamente com dois homens, ele teria levado a vítima com fitas adesivas na cabeça e os braços amarrados. No meio do caminho, ele teria começado a discutir com ela, dizendo que não aceitava a separação. Mesmo com a boca vendada, Dorisete dizia que não poderia mais ficar com ele. Neste momento, ele começou a asfixiar a vítima. Depois, pegou uma corda no porta-malas, enrolou no pescoço da vítima e a matou.

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp