Nenhum balneário está liberado para banho em Caxias

No último final de semana dois homens morreram afogados na região da serra. Um dos casos foi registrado em Caxias…

Publicado por
16:13 - 20/01/2014

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

"LocaisNo último final de semana dois homens morreram afogados na região da serra. Um dos casos foi registrado em Caxias do Sul, no rio Caí em Vila Cristina, e a segunda morte foi no interior de Flores da Cunha. Conforme o Corpo de Bombeiros além de saber das condições de segurança do local, as pessoas devem respeitar outras orientações, como não entrar na água sozinho, ou ter um consumo moderados de comida e bebidas, e esperar três horas após se alimentar antes de entrar na água. O Sargento do Corpo de Bombeiros de Caxias do Sul, Cristiano Becker da Silva, salienta que nenhum local público em Caxias do Sul está liberado para banho ou nado.

 

 

Orientações

Piscinas
*Procure indicar as crianças onde elas podem tomar banho e evite deixá-las sozinhas;
*Procure deixar a piscina coberta com rede e cercada com tela, quando não estiverem em uso, evitando assim acidente com crianças;
*Boias e brinquedos nunca devem ser deixados nas proximidades ou na beira da piscina, pois chamam atenção das crianças.


Rios, açudes, cascatas e barragens

*Evite entrar na água com o corpo muito quente. Procure molhar o rosto, a nuca e a cabeça;
*Mesmo que saiba nadar, procure não tentar atravessar de uma margem a outra;
*Procure não fazer brincadeiras como simulação de afogamento e forçar a cabeça das pessoas dentro da água;
*Siga as placas de orientação sobre os perigos do local;
*Em rios: observe a correnteza antes de entrar, assim como a existência de buraco e a presença de galhos submersos;
*Açudes e barragens: verifique a profundidade, os galhos e o lodo no fundo do local;
*Cascatas: fique atento a baixa temperatura da água, que pode provocar choques térmicos. Observe a profundidade e a quantidade de pedras.
*Não salte de locais elevados para dentro da água; {audio}images/arquivos/audios/fabio.carnesella/fabio afogamentos.mp3{/audio}
 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp