Mais um Jornalista assassinado no País, ABERT divulga nota

    Na noite de quinta-feira 27, mais um jornalçista foi assassinado. Desta vez foi na Bahia. A  Associação Brasileira…

Publicado por
18:19 - 03/03/2014

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

"Foto/Google"

 

 

Na noite de quinta-feira 27, mais um jornalçista foi assassinado. Desta vez foi na Bahia. A  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) divulgou uma nota pedindo apuração dos fatos. Abaixo a íntegra da nota:

"Abert pede apuração de assassinato de jornalista na Bahia

28 Fev 2014

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) apela às autoridades do estado da Bahia para que apurem com rigor o assassinato do jornalista e radialista Geolino Lopes Xavier, de 44 anos.

O crime ocorreu na noite desta quinta-feira, 27, em Teixeira de Freitas, cidade a 900 km de Salvador.

Geo era um dos diretores do portal N3 e foi morto a tiros no interior de seu veículo, logo após deixar a residência de um amigo.

Embora as motivações deste crime não estejam claras, é extremamente preocupante a escalada de violência contra jornalistas desde o início deste ano.

Geo Lopes é o quinto profissional de comunicação assassinado no Brasil em 2014.

Depois da morte do cinegrafista da TV Bandeirantes, outros três jornalistas perderam a vida nos estados do Espírito Santo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte.

A Abert alerta para o aumento dos atos de violência que buscam impedir a livre e necessária atuação da imprensa.

Espera-se que mais este caso não reste impune."


DANIEL PIMENTEL SLAVIERO
Presidente

"A ABERT é uma organização fundada em 1962, que representa 3 mil emissoras privadas de rádio e televisão no país, e tem por missão a defesa da liberdade de expressão em todas as suas formas."

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp