Homem é morto a tiros em Caxias

Confira esta ocorrência da madrugada desta quinta-feira e outras principais do setor policial nas últimas 24h na cidade   Nicael…

Publicado por
12:42 - 16/08/2012

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Confira esta ocorrência da madrugada desta quinta-feira e outras principais do setor policial nas últimas 24h na cidade

 

Nicael Borges dos Santos, 28 anos, foi morto com um tiro na cabeça, por volta das 2h45min desta quinta-feira, no bairro Diamantino, em Caxias. Policiais militares foram até o local, onde encontraram o corpo na cozinha da casa. No local do crime foi encontrada uma pequena quantidade de entorpecentes. A vítima já possuía várias passagens pela polícia e estava em liberdade provisória. O motivo e a autoria do crime serão investigados pela polícia.

"Material

Em outra ocorrência, um jovem de 20 anos foi vítima de assalto na tarde de quarta-feira, em Caxias do Sul. Por volta das 14h30min, ele saía de uma agência bancária, na rua Moreira César, bairro Pio X, quando foi abordado por dois homens armados de revólver. A vítima foi obrigada a entregar o R$ 6 mil dinheiro.

 

Em outra ocorrência, um idoso de 68 anos foi preso pela Brigada Militar, após uma tentativa de homicídio na noite de quarta-feira, no bairro Belo Horizonte. Por volta das 20h30min, na rua dos Apicultores, ele teria efetuado um disparo no rosto de Vágner Borges de Oliveira, 31 anos. A Brigada Militar foi acionada e acabou prendendo o idoso acusado do crime. Ele estava armado com um carabina Caibre 22. A vítima foi socorrida pela SAMU e encaminhada ao Hospital Pompéia.

 

Em  outra ocorrência, um casal foi preso por tráfico de drogas, em torno das 17h de quarta-feira, na rua José do Patrocínio, bairro Marechal Floriano. Com eles foram apreendidos, três celulares, munições, R$ 375,00 em dinheiro, um tablete de maconha pesando 28,98 gramas, três tabletes pesando 7,43 gr,amas 47 papelotes de cocaína pesando 82,98 gramas. O casal, ele de 26 anos e ela de 29,  foi encaminhado a delegacia one foi lavrado o flagrante e depois ao presídio local.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp