‘Foi um caso isolado’, diz Conselho Tutelar sobre menina agredida em Flores

'Se trata de um caso isolado'. Foi a declaração do coordenador do Conselho Tutelar de Flores da Cunha, Ricardo Muzze, sobre…

Publicado por
12:21 - 27/09/2012

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

'Se trata de um caso isolado'. Foi a declaração do coordenador do Conselho Tutelar de Flores da Cunha, Ricardo Muzze, sobre a ocorrência de agressão realizada por um pai à filha na madrugada desta segunda-feira dia 24 na capela São Paulo, interior da cidade. Conforme registro policial, o homem de 37 anos, suspeito de estar embriagado, teria agredido a filha de 14 anos. A mãe da menina acionou a Brigada Militar que encaminhou o indivíduo à Delegacia de Policia, onde foi registrado o flagrante, e posterior, ele foi conduzido prezo a Penitenciária Industrial de Caxias do Sul (Pics).

 

Muzze revela que nestes casos o conselho deve seguir o caso e aplica medidas protetivas ao adolescente. Quando há registro policial, o coordenador ressalta que o órgão apenas acompanha os tramites legais de justiça. “O conselho não tem decisão de justiça, isso compete a Polícia Civil encaminhar ao Ministério Público para aplicar, se necessário, sanções penais cabíveis”.

 

Ouça Ricardo Muzze em entrevista

{audio}http://www.leouve.com.brimages/arquivos/audios/patrick.tome/Setembro/Conselhotutelarmeninaagredida.mp3{/audio}

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp