Alemanha conquista o Tetra no Brasil

A Copa das Copas foi decidida na prorrogação, o palco da decisão, após 64 anos, foi novamente o Maracanã que…

Publicado por
22:32 - 13/07/2014

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

"ALEMANHAA Copa das Copas foi decidida na prorrogação, o palco da decisão, após 64 anos, foi novamente o Maracanã que adicionou mais uma trama repleta de drama à sua história. Dessa vez foi a consagração da geração alemã. A qualidade e a insistência falaram mais alto, e noo segundo tempo da prorrogação, após um empate sem gols no tempo normal, Götze se transformou em herói fazendo o gol do título. A Alemanha é tetracampeã mundial.

 

O Maracanã viu um time com talento, uma equipe que deu um show de simpatia e conquistou o país. A Alemanha que, mesmo após a histórica goleada por 7 a 1 sobre a Seleção brasileira se mostrou humilde e reconheceu a importância do Brasil. Mas veio aqui para fazer história. Agora, está a um título do principal vencedor.

A Argentina merece destaque, não abandonou a tradicional raça, mas caiu diante de um time melhor. Messi não pôde se consagrar no Templo do Futebol. E também vai se lembrar para sempre do Maracanã como um pesadelo. Um "Argentinazo".

 

Faltou a seleção brasileira na final, é verdade. O país do futebol sucumbiu, mas foi a casa para uma Copa histórica. Um Mundial recheado de gols (171 ao todo, a melhor marca ao lado da Copa da França), público (o segundo maior de todos os Mundiais) e de criatividade.
A final foi um duelo tático e de estratégia. A Alemanha tinha maior posse de bola e qualidade, mas esbarrava na defesa rival. A Argentina não teve vergonha de recuar e apostar no contra-ataque. As chances para definir o jogo surgiram, mas os hermanos pecaram na hora H.

"ALEMANHA" 1X0 "ARGENTINA"

Estádio : Maracanã
Público : 74.738 presentes
Árbitro : Nicola Rizzoli (Itália)
Gols : Götze (da Alemanha, aos 7' do 2ºT da prorrogação)
Cartão amarelo : Schweinsteiger e Höwedes (Alemanha) e Mascherano e Agüero (Argentina)

Alemanha : Neuer; Lahm, Hummels, Boateng e Höwedes; Kramer (Schürrle, aos 31' do 1ºT), Schweinsteiger, Kroos e Özil; Müller e Klose (Götze, aos 43' do 2ºT). Técnico: Joachim Löw.

Argentina : Romero; Zabaleta, Garay, Demichelis e Rojo; Mascherano, Biglia e Pérez (Gago, aos 42' do 2ºT); Lavezzi (Agüero, no intervalo), Messi e Higuaín (Palacio, aos 31' do 2ºT). Técnico: Alejandro Sabella.
 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp