Farroupilha realiza ação de vacinação da gripe e da bivalente contra a Covid-19 nesta semana

Atendimento será concentrado em um único lugar e com horário estendido

Publicado por
15:17 - 22/05/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

(Foto: Freepik/ Ilustrativa)

A Secretaria da Saúde e da Associação Farroupilhense Pró-Saúde, promovem, em duas datas, nesta semana, uma ação extra de aplicação da vacina da gripe e também da vacina bivalente contra a Covid-19.

O mutirão ocorre no Salão da Comunidade Luterana, que fica na Rua Reamo Gazzoni, próximo a Estação Férrea, no bairro Pio X, na terça-feira, 23 de maio, e na quarta-feira, 24 de maio, entre às 16h e às 19h30min.

Conforme a Diretora-geral da Secretaria de Saúde, Silvana de Lima, será ofertado as duas vacinas para todos os grupos já liberados pelo Ministério da Saúde. O objetivo é concentrar os atendimentos em um único lugar e com horário flexível para atender a mais pessoas. Paralelo a essa ação, a duas vacinas seguem sendo ofertadas nas Unidades Básicas de Saúde, de acordo com o cronograma estipulado.

Dúvidas podem ser esclarecidas através do Whatsapp (54) 9.9993-3752, (54) 9.9920-3903 e (54) 3261-1094. Confira quem pode receber as doses durante a ação extra:

VACINA BIVALENTE DA COVID-19

Em Farroupilha, a vacina bivalente contra a Covid-19 está sendo ofertada para todas as pessoas acima de 18 anos. Assim como continua sendo ofertada para indígenas, imunocomprometidos e comorbidades de 12 a 17 anos.

Para receber o imunizante é preciso que se tenha no mínimo o esquema básico com duas doses e/ou algum reforço. Além disso, é necessário que já tenha passado quatro meses da última dose.

VACINA DA GRIPE

Desde a metade do mês de maio, a vacina da gripe está disponível para todas as pessoas a partir dos 6 meses de idade na cidade, além dos grupos prioritários, formados por crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas, povos indígenas, trabalhadores da saúde, idosos com 60 anos ou mais, professores e funcionários das escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e deficiência permanente.

Também integram os grupos prioritários os profissionais das forças de segurança e salvamento e das forças armadas, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp