Mais de 10 mil mulheres morreram em Gaza desde o início da guerra entre Israel e Hamas

Dados são do relatório da “ONU Mulheres” divulgado nesta terça-feira (16); 6.000 destas vítimas fatais eram mães

Publicado por
14:47 - 16/04/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Mais de 10 mil mulheres morreram desde o início da guerra em Gaza

Foto: Reprodução

Desde o início da guerra entre Israel e o Hamas em outubro de 2023, mais de 10 mil mulheres perderam a vida em Gaza, conforme revelado em relatório da “ONU Mulheres” divulgado nesta terça-feira (16). O documento destaca ainda que cerca de 6.000 destas vítimas fatais eram mães, resultando em 19.000 crianças órfãs.

Além disso, o relatório alerta para a situação alarmante enfrentada por mais de um milhão de mulheres e meninas palestinas na Faixa de Gaza, caracterizada pela “fome catastrófica”. Essas pessoas enfrentam severas dificuldades de acesso a alimentos, água potável, instalações sanitárias adequadas ou água corrente, colocando suas vidas em risco. “Uma criança é ferida ou morre a cada 10 minutos”, acrescenta.

Susanne Mikhail, Diretora Regional da “ONU Mulheres” nos Estados Árabes, enfatizou em coletiva de imprensa em Genebra que as mulheres sobreviventes “estão sofrendo fome diária, doenças e medo constante”. “A guerra em Gaza é, sem dúvida, uma guerra contra as mulheres, que estão pagando um preço alto por uma guerra que não estão fazendo”, declarou. Enquanto isso, Israel alega estar tentando minimizar os danos aos civis em Gaza.

*Com informações de O Sul

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp