Juventude perde o quarto jogo consecutivo e despenca na tabela da Série B

 Leia mais Brasil fatura o hexacampeonato mundial de futebol de areia Gre-Nal 441 tem vitória colorada com direito a pênalti…

Publicado por
22:43 - 20/10/2017

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Próximos dois jogos do Juventude serão no estádio Alfredo Jaconi. Foto: Divulgação Guarani

 

Próximos dois jogos do Juventude serão no estádio Alfredo Jaconi. Foto: Divulgação Guarani

O Juventude saiu de campo derrotado pelo Guarani por 2 a 0, em partida realizada na noite desta sexta-feira, dia 20, jogando no Estádio Brinco de Ouro da Princesa em Campinas-SP. Com dois gols de Caíque, o time alviverde amargou o resultado negativo que o mantém na sétima colocação com 45 pontos, mas pode cair para oitavo caso o Londrina vença o Paysandu no término da rodada neste sábado.

Depois da derrota em São Paulo o Juventude vem encarreirando uma sequências de quatro derrotas na competição. Perdeu para o Brasil de Pelotas, Londrina, Goiás e agora para o Guarani. A última vitória ocorreu no dia 29 de setembro contra o Paysandu no Jaconi.

Agora, o time do técnico Gilmar DalPozzo parte para dois jogos que vão desafiar o poder de competitividade da equipe dentro do estádio Alfredo Jaconi, para se se reabilitar na Série B.

“Não fizemos por merecer o resultado no confronto de hoje. Ficamos abaixo nas partes técnica e mental, no nível de concentração, tivemos dificuldades em reagir na partida e sofremos o resultado negativo. Vamos ter que buscar um poder de indignação, de reação, para recuperarmos o rumo dentro da competição”, resumiu Dal Pozzo.

O Juventude volta a campo na próxima terça-feira, dia 24, às 19h15min, contra o Náutico, no estádio Alfredo Jaconi. Depois, o Ju volta a encarar outro desafio em casa, sexta-feira, dia 27 contra o Ceará.

O jogo

Com um pequeno atraso devido falta de iluminação, o confronto começou com o Juventude tentando marcar de forma mais avançada, e um Guarani mostrando perigo em suas investidas. Aos 12 minutos, Bruno Nazário foi lançado em profundidade e passou por Matheus Cavichioli na intermediária. Apertado pela marcação, finalizou de longe, rasteiro, raspando a trave, para fora.

O gol Bugrino nasceu aos 31, quando Fumagalli tocou para Caíque finalizar cruzado, no canto. 1 x 0. Aos 36, o Ju tentou responder em cobrança de falta de Felipe Lima, da intermediária esquerda. A bola passou por todo mundo e ganhou velocidade, sendo espalmada para escanteio pelo goleiro.

No segundo tempo, o Juventude passou a jogar no campo adversário, enquanto o Guarani passou a apostar nos contra-ataques. Com mais posse de bola, o time alviverde teve dificuldades em criar chances claras de gol, mas chegou com perigo aos 13, quando Wesley Natã chutou forte, no ângulo, para defesa difícil do goleiro.

Aos 17, porém, Lenon recebeu na entrada da área e arriscou, na trave. Na resposta, Domingues avançou e arriscou de longe, levando perigo. No momento em que mostrava volume ofensivo, o Juventude foi punido com o segundo gol. Aos 43, a zaga alviverde afastou mal e Caíque aproveitou para disparar frente a frente com Matheus, para finalizar. 2 x 0.

Ficha Técnica

Guarani Futebol Clube x Esporte Clube Juventude
Estádio Brinco de Ouro, em Campinas
Arbitragem: Savio Pereira Sampaio – DF, Jose Reinaldo Nascimento Junior e Daniel Henrique da Silva Andrade – DF
Gols: Caíque, aos 34′ do 1º T e aos 43′ do 2º T
Cartões Amarelos: Juventude: Lucas, Caprini e Domingues – Guarani: Betinho e Fumagalli
Cartão Vermelho:
Público e Renda: 2.444 – R$ 20.481,00
Guarani Futebol Clube
Leandro Santos; Lenon, Ewerton Páscoa, Diego Jussani e Salomão; Baraka, Betinho, Richarlyson, Fumagalli (Pablo) e Bruno Nazário (Juninho); Caíque (Elias). – Técnico: Lisca
Esporte Clube Juventude
Matheus Cavichioli; Tinga (Bruno Ribeiro), Domingues, Micael e Bruno Colaço; Lucas, Fahel e Felipe Lima (Ramon); Wesley Natã, Tiago Marques e Caprini (Yago) – Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp