Inter vence o Real Tomayapo por 2 a 0, na Bolívia, e dá passo importante na Copa Sul-Americana

Bruno Gomes, ainda no primeiro tempo, e Lucas Alario, no segundo, garantiram o resultado em jogo complicado para a arbitragem

Publicado por
23:49 - 04/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Foto: RICARDO DUARTE / INTER / CP

Em sua volta à Copa Sul-Americana, o Inter venceu o Real Tomayapo, na noite desta terça-feira, e deu um passo importante na direção de sua classificação. Agora, o time colorado decide o seu futuro no próximo sábado, no estádio Alfredo Jaconi, jogando contra o Delfín, em sua última partida pela fase classificatória. Para garantir a sua vaga na próxima fase, Eduardo Coudet e seus comandados terão que vencer.

Em resumo, o Inter fez em Tarija o que deveria ter feito no Beira-Rio, no início de abril, quando amargou um empate sem gols com o mesmo adversário. Mesmo sem jogar uma partida espetacular, o time colorado impôs as suas vantagens técnica e física, controlou o jogo desde o início, criou várias chances e marcou os seus gols. Logo aos 15 minutos, Alan Patrick marcou o primeiro, mas após três minutos de checagem no VAR, o lance foi invalidado por impedimento.

O Inter seguiu melhor em campo. Aos 23, Bruno Gomes experimentou um chute de longe, levando algum perigo ao gol boliviano. A insistência finalmente transformou-se em vantagem no placar aos 30 minutos, quando Hyoran levantou a bola para a área. Posicionado como se um centroavante fosse, o volante Bruno Gomes antecipou-se ao marcador e marcou o gol. Ainda no primeiro tempo, aos 36, Maurício chutou forte, o goleiro espalmou e Alario mandou na trave.

Na segunda etapa, o jogo seguiu sob domínio dos colorados. Aos 9 minutos, Alan Patrick encontrou Bustos na ponta. O passe saiu perfeito, o lateral cruzou, mas Hyoran mandou a bola por cima do travessão. Depois, aos 14, Bustos cruzou e Alan Patrick mandou de cabeça, mas o goleiro Arancibia impediu o segundo gol colorado da noite.

O Inter seguiu em busca e, aos 21, marcou mais uma vez, agora com Maurício aproveitando passe de Alan Patrick. E, de novo, o lance foi analisado pelo VAR e, por um impedimento quase um minuto antes do gol, anulado. Depois dessa esquisitice dos árbitros, Coudet resolveu mexer no time. Tirou logo três jogadores para colocar Lucca, Bruno Henrique e Wesley.

O time não chegou a melhorar, mas aos 38 minutos Orellana fez falta em Bustos, levou o segundo amarelo e foi expulso. Na sequência, o árbitro marcou pênalti para o Inter − também após análise do VAR. Alario cobrou com força, mas o goleiro fez a defesa. Porém, aos 43, o centroavante teve nova chance e, desta vez, marcou de cabeça. Depois, aos 47, novo pênalti, agora sobre Wesley. Também anulado pelo VAR. Que jogo estranho.

COPA SUL-AMERICANA – 5ª RODADA

Real Tomayapo: Arancibia; Justiniano, Jaime Villamíl (Orozco), Corulo e Cantillo; Orellana, Alcaraz, Avilés (Josué Castillo) e Maygua (Cuiza); Graneros e Noble. Técnico: Gustavo Romanello.

Inter: Fabrício; Bustos, Igor Gomes, Fernando e Renê; Thiago Maia, Bruno Gomes, Hyoran (Wesley) e Maurício (Bruno Henrique); Alan Patrick (Lucca) e Alario. Técnico: Eduardo Coudet.

Árbitro: Mathías de Armas (URU). Local: Estádio IV Centenário, em Tarija (Bolívia). Gols: Bruno Gomes (30’/1ºT) e Lucas Alario (43’/2ºT).

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp