Grêmio estreia com empate diante do Operário na Copa do Brasil

Tricolor jogou pouco e não saiu do 0 a 0 contra o Fantasma em Ponta Grossa

Publicado por
22:47 - 30/04/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Foto: JOÃO VITOR REZENDE BORBA / AGIF / AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA / ESTADÃO CONTEÚDO / CP

A estreia na Copa do Brasil não foi como a esperada. Na noite desta terça-feira, em Ponta Grossa, no Paraná, o Grêmio jogou pouco e ficou no empate com o Operário por 0 a 0, no estádio Germano Krüger, pelo duelo de ida da terceira fase. Com o resultado, o Tricolor precisa de uma vitória simples no confronto de volta, que acontece no dia 22 de maio, às 19h30min, na Arena, para avançar às oitavas de final.

Por causa da sequência de jogos e do desgaste físico de alguns titulares, Renato surpreendeu na escalação e colocou um time misto em campo. E foi com uma das novidades que quase largou na frente do placar cedo. Aos 4, Cristaldo cobrou escanteio da esquerda, Gustavo Martins desviou de cabeça, e Rafael Santos espalmou para escanteio. A resposta do Fantasma aconteceu um minuto depois. Marcelo Cirino ganhou de Zé Guilherme no corpo e finalizou para boa intervenção de Caíque.

Aos 21, o Tricolor teve uma baixa. Gustavo Martins sentiu a coxa esquerda e precisou ser substituído por Rodrigo Ely. Um minuto mais tarde, Galdino recebeu na ponta esquerda, cortou Pacheco e soltou a bomba para boa defesa de Rafael Santos. Com o jogo muito truncado, as chances de gol ficaram escassas. Aos 40, Galdino lançou Cristaldo, que deu um carrinho para desviar a bola, mas o goleiro do Operário saiu e fez a intervenção. Aos 44, a melhor chance tricolor na etapa inicial. Diego Costa puxou contragolpe e serviu Cristaldo dentro da área. O camisa 10 bateu forte e mandou na rede pelo lado de fora.

Para buscar a vantagem na etapa final, Renato optou pelas entradas de Dodi e Edenilson, que foi colocado como lateral-direito. Mas foi o Operário que criou a primeira chance. Logo no primeiro minuto, Ronaldo deu bom passe para Cássio Gabriel, que invadiu a área e finalizou muito mal. Aos 18, Cássio Gabriel cruzou da direita e Maxwell, livre na segunda trave, desviou de cabeça na trave de Caíque. Mas o impedimento do atacante foi assinalado.

O Tricolor quase marcou em dois lances seguidos. Aos 24, Galdino recebeu de Gustavo Nunes e finalizou para boa defesa de Rafael Santos. Um minuto depois, Nathan Fernandes fez boa jogada pela direita e bateu para o meio da área. A bola desviou na zaga do Operário e o goleiro fez a defesa no reflexo. A última chance do confronto foi do Fantasma. Aos 43, Ronaldo recebeu dentro da área, tentou de letra, mas foi travado por Rodrigo Ely.

Copa do Brasil – Ida da 3ª fase

Operário 0

Rafael Santos; Pacheco, Fagner Alemão, William Machado e Pará (Cassio Gabriel); Vinicius Diniz (Pedro Lucas), Rodrigo Lindoso, Dudu Scheit (Maxwell), Felipe Augusto (Lucas Hipolito); Marcelo Cirino (Guilherme Pira) e Ronaldo. Técnico: Rafael Guanaes.

Grêmio 0

Caíque; João Pedro (Edenilson), Gustavo Martins (Rodrigo Ely), Natã e Zé Guilherme; Villasanti, Pepê (Dodi) e Cristaldo (Nathan Fernandes); Gustavo Nunes, Galdino e Diego Costa (JP Galvão). Técnico: Renato Portaluppi.

Cartões amarelos: Pepê, Villasanti, Dodi e Diego Costa (Grêmio) Willian Machado (Operário)

Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO).

Assistentes: Tiago Gomes da Silva (GO) e Hugo Savio Correa (GO).

VAR: José Cláudio Rocha Filho (SP-Fifa).

Data e hora: 30 de abril, terça-feira, às 20h

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR).

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp