Esportivo perde para o Ypiranga no primeiro jogo da final da Divisão de Acesso

O Clube Esportivo perdeu por 2 a 1, de virada, jogando fora de casa, contra o Ypiranga de Erechim, pelo…

Publicado por
07:19 - 17/05/2019

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

O Clube Esportivo perdeu por 2 a 1, de virada, jogando fora de casa, contra o Ypiranga de Erechim, pelo primeiro jogo da final da Divisão de Acesso 2019. O jogo aconteceu nesta quinta-feira (16), no estádio Colosso da Lagoa, em Erechim.

Após uma primeira etapa morna, com poucas chances de gol para ambas as equipes, foi o segundo tempo que definiu o marcador. O melhor ataque da competição, com 24 gols, não deixou o placar passar em branco – porém a defesa não manteve o equilíbrio característico durante o campeonato. A derrota veio de virada. Isso porque o centroavante Nena – que substituiu o artilheiro do time Zulu – abriu o marcador aos 14 minutos.

A partida passou a ser favorável ao Ypiranga. Com reclamações por parte da atuação da arbitragem, a equipe de Erechim empatou em um gol de pênalti. Depois de a bola tocar a mão de Cleiton, Fidélis anotou aos 33. A mudança no placar ocorreu no apagar das luzes. Aos 48 minutos, Marco Antônio se aproveitou do descuido defensivo bento-gonçalvense e sacramentou a vitória do time da casa – detalhe para mais uma contestação de falta no lance anterior ao gol pelos jogadores do alviazul. O Esportivo entrou em campo com: Jonatas; Bovi, Gullithi, Cleiton, Jonas e Xaro; Nunes, Robert (Diego) e Athos (Kemmer); Nena e Toni Júnior (Vinícius Santos).

Já na primeira divisão em 2020, Esportivo e Ypiranga se reencontram para buscar o título na próxima quinta-feira (23), às 20h, no estádio Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves – palco da grande final do campeonato devido à campanha histórica, a melhor do acesso. Para celebrar a conquista, o time da Serra precisa de uma vitória simples e, assim, levar a disputa aos pênaltis, ou triunfar por dois gols de diferença e levantar a taça no tempo normal. Lembrando que os dois se unem à Grêmio, Internacional, Juventude, Caxias, Pelotas, Brasil de Pelotas, Novo Hamburgo, São Luiz, São José e Aimoré no Gauchão do ano que vem.

Foto: Kévin Sganzerla/Exata Comunicação

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp