Em sua volta às competições, Inter perde de virada para o Belgrano e se complica

Com o resultado, time argentino garante o primeiro lugar no grupo C da Copa Sul-Americana. Aos colorados, resta perseguir o segundo lugar

Publicado por
23:45 - 28/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Foto: RICARDO DUARTE / INTER / CP

Em sua volta à Copa Sul-Americana após um mês sem futebol, o Inter até saiu na frente, mas permitiu a virada do Belgrano, ontem à noite, na Arena Barueri. Com o resultado, os argentinos garantem o primeiro lugar no grupo e a vaga na próxima fase. Ao time colorado, resta perseguir um segundo lugar, que lhe impõe mais dois jogos contra um time desclassificado na primeira fase da Libertadores.

Mesmo sem jogar há exatamente um mês, o Inter tentou ser o protagonista. Começou a partida trocando passes em busca de espaço, enquanto o Belgrano ficou postado na defesa, apostando no empate. Aos 27, Maurício chutou de longe e obrigou o goleiro a fazer a defesa, no primeiro lance realmente ofensivo dos colorados.

Aos 39 minutos, Wesley fez grande jogada pela esquerda e acertou o passe para Borré, que fez o primeiro gol da noite. Dois minutos mais tarde, Valencia marcou o seu, também aproveitando cruzamento de Wesley, mas o lance foi invalidado por impedimento. Foi a partir daí que a coisa complicou bastante.

O Belgrano, que sequer havia chegado na área colorada, marcou dois gols na sequência, conquistando a virada. O primeiro foi aos 45. Após falha de Renê, Chavarría marcou. Só três minutos mais tarde, o centroavante argentino recebeu cruzamento da direita e, livre dentro da área, mandou a bola para as redes de cabeça. Era um castigo duro e imerecido para os colorados.

A segunda etapa foi um repeteco da primeira. Ou seja, o Inter seguiu buscando o ataque, mesmo sem criar chances, com o Belgrano se restringindo à defesa. Aos 24, Alan Patrick cobrou falta com perigo, mas a bola saiu pela linha de fundo. Três minutos depois, Lencioni chutou o chão dentro da área. O árbitro deu pênalti, mas voltou atrás.

Coudet foi para o tudo ou nada, enchendo o time de atacantes. Porém, o Inter não conseguiu nem o empate e amarga um péssimo resultado.

COPA SUL-AMERICANA – 4º RODADA

Inter: Rochet; Bustos (Bruno Henrique), Vitão, Robert Renan (Aránguiz) e Renê; Fernando (Alario), Maurício (Gustavo Prado), Wesley e Alan Patrick; Borré e Valencia. Técnico: Eduardo Coudet.

Belgrano: Losada; Matías Moreno, Rébola, Baldi (Delgado) e Barinaga; Heredia, Quignón, G. Metilli (Lencioni) e Reyna; J. Velázquez (Troilo) e Chavarría (Matías Suárez). Técnico: Juan C. Real.

Árbitro: Alexis Herrera (VEN). Local: Arena Barueri

Gols: Rafael Borré (39’/1ºT) e Chavarría (45’ e 48’/1ºT)

Público: 4.238 (3.137 pag.)

Renda: R$ 160.860,00

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp