Capitão Dirceu comenta sobre a troca no comando técnico do Caxias e oscilações na Série D

Grená volta a campo no domingo contra o Novo Hamburgo no Estádio Centenário

Publicado por
09:05 - 22/06/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Dirceu admitiu que time precisa recuperar o trabalho

Dirceu admitiu que time precisa recuperar o trabalho (Foto: Luiz Erbes/SER Caxias/Divulgação)

Os últimos dias foram bastante conturbados no Estádio Centenário. Ainda na semana passada a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) transferiu de domingo para segunda o confronto contra o Hercílio Luz pela Série D. Em campo, a derrota para os catarinenses culminou na demissão do técnico Tcheco. Entre protestos da torcida, saídas e chegadas no elenco e troca no comando, o zagueiro e capitão Dirceu se manifestou em coletiva na quarta-feira (21).

Dirceu admitiu que o atual momento, somando as derrotas para Camboriú e Hercílio Luz, é o pior na atual temporada. Segundo ele, a oscilação se faz presente e é normal dentro de um clube como o Caxias. O capitão ainda disse que é preciso seguir trabalhando.

“Mas, se tratando do Caxias, do momento que o clube vive, dessa necessidade de um acesso que está no caminho, tem essa pressão talvez um pouco a mais do que o normal, mas nada fora do comum para quem já vivenciou isso e está há mais tempo no futebol. Então, a gente tem que seguir trabalhando como fazemos e como fizemos porque o resultado vai vim, é consequência do nosso trabalho”, falou.

Sobre recentes manifestações dos torcedores, principalmente pela organizada Falange Grená, Dirceu disse que é preciso seguir concentrado e trabalhando para que a confiança por parte deles retorne. Inclusive, na segunda-feira, muitas vaias foram ouvidas no Centenário, além do não comparecimento do grupo.

“Com atuações, entregando aquela vontade que nunca faltou por parte dos jogadores, acho que paralelo a isso é uma evolução em questão de característica de jogo, de desempenho melhor dizendo, para que os resultados venham com convencimento”.

Ontem a direção anunciou saídas e chegadas no elenco. O volante Marciel deixou o Caxias para atuar pelo CSA na Série C. Como reposição ao setor, Soares foi anunciado e teve respaldo de Gerson Gusmão. Nesta quinta, o goleiro Fabian Volpi também ter sua transferência confirmada.

O Caxias volta a campo no próximo domingo (25), às 15h, no Estádio Centenário, contra o Novo Hamburgo. A partida, que marcará a estreia de Gusmão no comando do Grená, é fundamental para o time recuperar a confiança e não cair na tabela. Atualmente, está na terceira posição com 14 pontos, quatro atrás do líder Hercílio Luz.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp