Árbitros da Federação Gaúcha de Futebol realizam treinamentos para temporada 2023

Atividades seguem até sábado(7) no Estádio Municipal Homero Soldatelli, em Flores da Cunha

Publicado por
18:59 - 06/01/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Árbitros da Federação Gaúcha de Futebol (Foto: Marcos Cardoso/Grupo RSCOM)

Cerca de 60 árbitros da elite do futebol gaúcho estão reunidos em Flores da Cunha para realizar treinamentos visando o Gaúchão 2023. Dentre os nomes presentes nas atividades, que tiveram início nesta sexta-feira (6) e seguem até o sábado (7), destaque para Anderson Daronco, Leandro Pedro Vuaden, Jean Pierre de Lima e Daniel Nobre Bins, à frente de partidas no Brasileirão Série A.

Os primeiros treinamentos, fechados à imprensa, ocorreram em sala de aula nesta sexta. Os árbitros estiveram relembraram detalhes das regras do jogo e também para tirarem dúvidas sobre o início da temporada. Por volta das 15h30min, se reuniram com jovens da cidade, que realizavam atividade com bola no Estádio Municipal Homero Soldatelli, dando início aos trabalhos em campo.

“Esse é um momento muito valioso para a arbitragem gaúcha, em que todos nós podemos nos reunir e que podemos receber as instruções da comissão de arbitragem naquilo que eles pretendem para a competição, nos pontos que eles pretendem atacar. Ressaltar os aspectos positivos que a gente teve no ano anterior, tocar também algumas falhas que tivemos, e isso acaba sendo natural, a gente sempre tem algum ponto a melhorar”, afirmou Anderson Daronco, único árbitro da Federação Gaúcha de Futebol (FGF) com selo FIFA. Além dele, Daniel Nobre Bins é árbitro assistente de vídeo (VAR) pela FIFA e Rafael da Silva Alves assistente também pela entidade máxima do futebol.

(Foto: Marcos Cardoso/Grupo RSCOM)

Aos 48 anos sendo um dos mais velhos da FGF, o árbitro Leandro Pedro Vuaden ingressa em sua 26ª temporada no futebol. Ao lado de jovens, que segundo o presidente da Comissão Especial de Árbitros de Futebol do RS (CEAF-RS), Luiz Fernando Gomes Moreira, tem idade média de 28 anos, ele destaca seu trabalho para auxiliar na formação de novas lideranças no apito.

“Dividir conhecimento é uma obrigação que o ser humano tem que fazer, e eu faço isso com uma alegria, e quando eu ouço o ‘muito obrigado’, é uma coisa que me enche de alegria e orgulho, eu procuro fazer isso sempre, é logico, tendo todo o cuidado, sabendo pontuar no momento certo, porque cada ser humano tem a sua personalidade. Como árbitro a gente nunca quer errar, mas isso faz parte do contexto”, afirmou Vuaden. O experiente juiz também destacou que pretende estender sua carreira até os 50 anos. Ele ainda falou sobre a importância da reunião do time de arbitragem da Federação por ser o último momento de descontração antes do início da temporada gaúcha.

(Foto: Marcos Cardoso/Grupo RSCOM)

A temporada no estado inicia oficialmente em 17 de janeiro, quando Grêmio e São Luiz se enfrentam na Arena em partida válida pela Recopa Gaúcha. Já o Gaúchão terá suas primeiras partidas no final de semana dos dias 21 e 22.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp