A trajetória do Ceilândia na Série D, adversário do Caxias nas oitavas de final

Equipe do Distrito Federal liderou o Grupo 7 e eliminou o Vitória do Espírito Santo na segunda fase

Publicado por
08:40 - 08/08/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Time do Distrito Federal tem apenas uma derrota na Série D

Time do Distrito Federal tem apenas uma derrota na Série D (Foto: Mateus Dutra/Ceilândia/Divulgação)

Após eliminar a Inter de Limeira na segunda fase da Série D, o Caxias está nas oitavas de final e enfrentará o Ceilândia. A equipe do Distrito Federal teve a melhor campanha no Grupo 7 e passou pelo Vitória do Espírito Santo no primeiro mata-mata da competição. O confronto de ida será no Estádio Centenário no domingo (13) às 16h.

O Gato Preto, como é conhecido, manda seus jogos no Estádio Abadião, onde tem cinco vitórias e três empates em oito jogos no campeonato. Os principais destaques da equipe são os atacantes Gabriel Barcos, que tem esse apelido pela semelhança física com o argentino Hernán Barcos, ex-Grêmio, e Romarinho Lima, artilheiro da equipe com sete gols na Série D.

Estádio Abadião é uma fortaleza para a equipe (Foto: Mateus Dutra/Ceilândia/Divulgação)
Gabriel Barcos é um dos destaques da equipe (Foto: Mateus Dutra/Ceilândia/Divulgação)

A equipe do Distrito Federal terminou a primeira fase invicta. Foram sete vitórias e sete empates em 14 partidas. Com 28 gols marcados e apenas oito sofridos. Após o jogo contra a Inter de Limeira, o técnico Gerson Gusmão falou sobre o Ceilândia.

“É uma equipe que estava invicta até semana passada, jogou a primeira [da segunda fase] fora de casa e foi melhor que o Vitória mesmo com a derrota, e em casa fez valer o fator. Mas é um outro adversário, outras características, com qualidades. O primeiro jogo é em casa [Estádio Centenário], temos que montar a estratégia para conseguir vencê-los aqui e a partir disso buscar o resultado que nos traga a classificação. No futebol a cada semana é uma página nova, e você tem que escrever ela muito bem para ter sucesso”.

Já na segunda fase, o time comandado por Adelson de Almeida reverteu o placar de 1 a 0 conquistado pelo Vitória no Espírito Santo, e conseguiu a classificação ao golear a equipe capixaba por 3 a 0 dentro de casa. Por ter melhor campanha na tabela geral do que o grená, o Ceilândia tem o direito de fazer o segundo e decisivo jogo das oitavas de final em casa.

Breve história do Ceilândia

Fundado em 1963 ainda com o nome de Dom Bosco, o Ceilândia Esporte Clube só se profissionalizou no ano de 1979. Bicampeão estadual (2010 e 2012), o time também tem um troféu da Taça Mané Garrincha (2012). No ano passado, foi vise campeão estadual, perdendo a final para o Brasiliense. Em 2023, acabou ficando em sexto na fase inicial, não avançando às semifinais. Na atual temporada, também disputou a Copa do Brasil, mas foi eliminado pelo Santos ainda na primeira fase.

Em campeonatos brasileiros, o maior feito do Ceilândia foi disputar a Série B no ano de 1989, quando ficou em 31º. Ainda assim, jogou de 2004 a 2007 a Série C, com o sétimo lugar sendo sua melhor posição em 2005. E, está em sua sétima temporada na Série D, em que o 10º lugar de 2016 foi o máximo que a equipe do DF alcançou.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp