Recolocação de balsa na localidade de Santa Bárbara pode ocorrer em 30 dias, segundo Prefeitura de São Valentim do Sul

A nova ponte terá 319 metros de extensão e será construída em um novo traçado, ao lado de onde ficava a estrutura que caiu. O custo estimado para a obra é de cerca de R$ 31,3 milhões

Publicado por
16:38 - 02/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Foto: Reprodução / Redes Sociais

A balsa que realiza a travessia do Rio Taquari entre Santa Tereza e a localidade de Santa Bárbara, em São Valentim do Sul, será recolocada em operação dentro de aproximadamente 30 dias, conforme informações da prefeitura de São Valentim do Sul, com base em dados fornecidos pelo governo do Estado.

Incidente e Impacto

A embarcação, que começou a operar em janeiro deste ano após a enxurrada de setembro de 2023 que derrubou a ponte da RS-431, foi levada pela correnteza no dia 2 de maio. A nova enchente fez com que a balsa se desprendesse do atracadouro, sendo arrastada pelo rio e passando pelos municípios de Muçum, Roca Sales, Encantado e Arroio do Meio, até colidir com a ponte da BR-386, entre Lajeado e Estrela. Não havia pessoas a bordo, mas alguns carros estavam sobre a embarcação.

Recolocação e Novos Equipamentos

Segundo o prefeito de São Valentim do Sul, Geri Ângelo Macagnan, a empresa responsável pela travessia informou que a balsa não pode ser recuperada do fundo do rio. Por isso, novos equipamentos serão instalados no ponto. Inicialmente, serão instalados três módulos com capacidade para 10 veículos, que posteriormente serão substituídos por uma nova balsa maior.

Condições dos Atracadouros e Operação Temporária

Embora o rio tenha danificado os atracadouros de ambas as margens, esses problemas não devem impedir a retomada das operações. “No lado de São Valentim do Sul teve poucas avarias. No lado de Santa Tereza teve um pouco mais, mas dá para consertar”, afirmou Macagnan.

O contrato para a operação da balsa tem prazo de seis meses, mas deve ser ampliado enquanto houver necessidade da travessia provisória. Paralelamente, o Estado está conduzindo a licitação para a construção da nova ponte sobre o Rio Taquari. Um edital lançado em 17 de abril seguia os trâmites tradicionais, mas com a enchente e o decreto de calamidade pública, um novo edital foi lançado em 3 de maio, prevendo a construção por meio de regime de contratação integrada. Isso significa que a mesma empresa que executa a obra também elabora os projetos, reduzindo os prazos.

Nova Ponte

A nova ponte terá 319 metros de extensão e será construída em um novo traçado, ao lado de onde ficava a estrutura que caiu. O custo estimado para a obra é de cerca de R$ 31,3 milhões.

A recolocação da balsa e a construção da nova ponte são cruciais para restabelecer a conexão e garantir a mobilidade segura entre Santa Tereza e São Valentim do Sul, impactando positivamente a vida dos moradores e o fluxo econômico da região.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp