Proerd da Brigada Militar formou mais de 500 alunos em Caxias do Sul

A solenidade de formatura dos alunos participantes do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD) desenvolvido pela…

Publicado por
09:02 - 07/07/2022

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Proerd da Brigada Militar formou mais de 500 alunos em Caxias do Sul

Fotos: Sd Claudia

A solenidade de formatura dos alunos participantes do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD) desenvolvido pela Brigada Militar, 12° BPM de Caxias do Sul, foi realizada na noite desta quarta-feira, dia 6, no Salão Paroquial dos Capuchinhos.

A turma do 1° semestre de 2022, contou com 576 alunos das séries inicias (5°ano) de oito escolas públicas e privada de Caxias do Sul. Os alunos receberam seus certificados de conclusão do projeto e aos destaques de cada turma foram entregues medalhas. Após a premiação, ocorreu a visita do Leão, mascote do programa.

O PROERD tem o objetivo de desenvolver uma ação conjunta entre a Brigada Militar, escola e a família, para prevenir o uso de drogas e a violência na comunidade escolar.

O evento foi prestigiado por equipes diretivas, professores, alunos, autoridades do município e convidados, presidido pelo Subcomandante do 12° BPM, Major Wagner Carvalho, que agradeceu o empenho dos instrutores, policiais militares que organizaram o evento e aos apoiadores do programa.

PROGRAMA EDUCACIONAL DE RESISTÊNCIA ÀS DROGAS E À VIOLÊNCIA – PROERD

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD) é originário do programa norte-americano Drug Abuse Resistance Education (D.A.R.E.), criado em 1983, por uma força-tarefa formada por policiais de Los Angeles, com o intuito de quebrar o ciclo de abuso de drogas relacionado, cada vez mais, com condutas criminosas e prisões.

Após análise de outras iniciativas e programas de prevenção, o D.A.R.E. foi concebido e proposto para ser desenvolvido em ambiente escolar, por policiais uniformizados e especialmente qualificados para tal, tornando-se uma extensão natural das iniciativas de policiamento comunitário. Sua fama produziu uma forte expansão para outros estados e outros países, sendo que, em 1989, a ONG D.A.R.E. América foi criada para gerenciar o Programa. A divisão D.A.R.E. International surgiu em 1990, devido ao interesse de vários países na adoção do Programa.

Desde 1983, o Programa tem liderado as ações de prevenção ao abuso de drogas no mundo. Os esforços colaborativos entre a Polícia Militar, o sistema de educação e as teorias científicas sobre prevenção,são os diferenciais desse Programa.

O Currículo PROERD “Caindo na REAL” para 5º e 7º anos do Ensino Fundamental, aplicado desde 2013 no Rio Grande do Sul, mantém esse compromisso de fornecer instrução de ponta, capaz de prevenir o uso de drogas por meio do desenvolvimento das habilidades básicas necessárias para que escolhas seguras e responsáveis sejam feitas. Essas habilidades vão além da questão das drogas,pois possibilitam escolhas saudáveis e madura sem todos os aspectos da vida do jovem cidadão. Ao desenvolver as principais habilidades acadêmicas e práticas, o currículo promove tanto os objetivos educacionais quanto os de prevenção.

O Currículo PROERD “Caindo na REAL” foi projetado com base na Teoria de Aprendizagem Socioemocional (Socio-Emotional Learning Theory-SEL). A teoria SEL identifica as habilidades básicas e fundamentais e o processo de desenvolvimento do indivíduo,necessários à promoção da saúde, incluindo:

– autoconhecimento e autogerenciamento;

– tomada de decisão responsável;

– compreensão dos outros (alteridade);

– habilidades de comunicação e relacionamento interpessoal;

– habilidade de lidar com desafios e responsabilidades.

O presente currículo utiliza essa teoria para ensinar aos jovens como controlar seus impulsos e pensar nos riscos e nas consequências, o que resultará em escolhas mais responsáveis.Acredita-se que, ao ensinar aos jovens a tomarem decisões seguras e responsáveis, eles serão capazes de fazer escolhas saudáveis, não somente sobre drogas, mas em todos os aspectos de suas vidas. À medida que os jovens forem educados para se tornarem cidadãos responsáveis, consequentemente, conduzirão suas vidas de forma mais produtiva e livre de drogas.

A visão do PROERD é a de que os jovens que refletem sobre as diversas situações são capazes de fazer melhores escolhas, de forma não impulsiva,de se comunicar e de se relacionar melhor com as pessoas, além de se manter livres de drogas e obter maior sucesso em todas as áreas de suas vidas.

O PROERD NO BRASIL

No Brasil, o programa iniciou em 1992, na Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, que buscava estratégias alternativas ao policiamento tradicional.

Em uma parceria com o Consulado Americano, uma equipe formada por policiais de Los Angeles e San Diego veio ao Rio de Janeiro, possibilitando a habilitação de 29 policiais da PMERJ.

Já em 1993, com a formação de policiais como multiplicadores do programa (chamados de mentores), a PMERJ tornou-se o primeiro Centro de Treinamento D.A.R.E. no país, difundindo o programa por vários Estados brasileiros.

 

O PROERD NO RIO GRANDE DO SUL

Em 1998, os primeiros instrutores da Brigada Militar foram formados em São Paulo. Neste mesmo ano, o então Capitão Júlio César Araújo Peres, formou as duas primeiras turmas no Rio Grande do Sul, no Colégio Estadual Piratini, iniciando a expansão do programa pelo Estado. Quatro anos depois, seus primeiros mentores foram formados em curso oferecido pela Polícia Militar de Santa Catarina. Desde a implantação do PROERD no Rio Grande do Sul em 1998 já foram formados mais de 1.400.500 alunos formados.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp