Nove suspeitos de furtos e roubos na enchente de Eldorado do Sul são presos

Grupo criminoso gerou prejuízo de R$ 30 milhões no município da região Metropolitana

Publicado por
15:30 - 29/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

(Foto: Polícia Civil)

Uma operação conjunta da Polícia Civil e Brigada Militar, com apoio da Polícia Federal, foi deflagrada nesta quarta-feira (29) em Eldorado do Sul, na região Metropolitana. Denominada Operação Aharadak, a ofensiva mobilizou 200 agentes das forças de segurança, resultando na prisão de nove pessoas.

O objetivo da operação foi combater crimes patrimoniais ocorridos durante a recente enchente na região. Os alvos da ação causaram um prejuízo estimado em aproximadamente R$ 30 milhões a empresas de Eldorado do Sul.

Além das prisões, foram cumpridos 25 mandados de busca e apreensão. Durante a operação, diversos itens furtados, incluindo televisores, geladeiras, ferramentas e alimentos, foram recuperados.

As investigações indicam que os suspeitos são membros de uma organização criminosa atuante na região Metropolitana. Eles são acusados de praticar furtos e roubos, muitas vezes utilizando armas de fogo. O grupo criminoso visava, entre outros locais, estabelecimentos que serviam de abrigo para pessoas desabrigadas pela enchente.

O secretário estadual de Segurança Pública, Sandro Caron, afirmou que a ação demonstra a política de tolerância zero contra criminosos que se aproveitam da tragédia no Rio Grande do Sul. “A resposta do estado está aí, com a prisão de nove criminosos. Não vamos parar enquanto não prendermos todas as pessoas que estão cometendo crimes e se aproveitando da situação de calamidade que estamos passando”, enfatizou Caron.

O subchefe da Polícia Civil, delegado Heraldo Guerreiro, destacou o uso de apoio aquático e aéreo na operação, além do suporte de agentes de outros estados. “Isso mostra o retorno das nossas atividades no combate implacável a criminosos e grupos criminosos no Rio Grande do Sul. Agradecemos o apoio de outras forças, das polícias de outros estados que nos ajudaram na operação de hoje, reforçando a sensação de segurança à população gaúcha”, declarou Guerreiro.

A Operação Aharadak representa um esforço significativo das forças de segurança para restaurar a ordem e proteger a comunidade de Eldorado do Sul após a devastadora enchente.

*Via Correio do Povo

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp