Moradores do bairro Monte Belo de Flores da Cunha reclamam da dificuldade no abastecimento de água

Por causa do problema, famílias que moram no bairro estão sendo abastecidas por um caminhão-pipa. Prefeitura colabora com máquinas para ajudar na solução do problema

Publicado por
16:53 - 16/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Foto: Juliano Douglas Dotto

Os moradores do bairro Monte Belo, em Flores da Cunha, relatam uma situação que classificam como descaso no abastecimento de água no local. Segundo eles, desde que o município foi atingido pelas fortes chuvas e enchentes, o funcionamento normal do serviço está bastante prejudicado.

O presidente da associação de moradores, Aselir Chies, explica que a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) justifica, mas não resolve o problema. Em entrevista à Rádio Amizade, ele contou que estão recebendo água de um caminhão-pipa. Situação que ocorre há cerca de 15 dias, desde que as chuvas começaram a atingir o município.

“Nós estamos aqui reunidos para cobrar, por parte da Corsan, uma melhoria no abastecimento da água no bairro. Não é a primeira vez que acontece isso. Eles sempre alegam as mesmas coisas. Mil explicações, mas não resolvem o problema. Nós, como moradores cobramos a prefeitura, mas sabemos que a Corsan é quem precisa resolver. O que estamos reivindicando é o básico: o abastecimento normalizado. Esperamos que isso seja o mais rápido possível. Não podemos mais ficar nesta situação”, cobra Chies.

O prefeito Cesar Ulian se manifestou sobre a situação. Segundo ele, o Executivo está fazendo o possível, dentro da sua competência, para normalizar o servico.

“A gente disponibilizou retroescavadeira e também servidores para ajudarem a resolver os problemas. Também conseguimos mangueiras mais longas para abastecer os reservatórios de água da parte de cima, afim de abastecer os reservatórios e atender a todos”, informou Ulian.

Uma reunião com a presença de moradores, vereadores e o poder público, foi realizada na noite desta quarta-feira (15), para buscar uma solução. A Corsan não se manifestou e nem compareceu à reunião.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp