Ministro do Turismo diz que ampliação aeroportuária deve impulsionar a recuperação econômica do RS

Expectativa foi relatada por Celso Sabino que espera que o setor seja ainda mais intensificado após a construção do novo aeroporto da Serra Gaúcha

Publicado por
15:51 - 19/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Ministro do Turismo diz que ampliação aeroportuária deve impulsionar a recuperação econômica do RS

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

A atividade turística tem condições de ajudar o Rio Grande do Sul a recompor sua economia. Essa é a projeção do ministro do Turismo, Celso Sabino, em participação no  programa Bom Dia, Ministro, produzido pelo Canal Gov da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). O Estado tem previsão de ter um novo aeroporto e outros dois ampliados. “Estamos muito esperançosos e dedicados em fazer com que essa atividade econômica seja a locomotiva que vai puxar a retomada do desenvolvimento econômico no Rio Grande do Sul”, afirmou.

Segundo ele, há uma expectativa de que, com a recuperação das áreas afetadas pelas enchentes no estado, o turismo seja retomado, podendo ser ainda mais intensificado após a construção do novo aeroporto em Caxias do Sul. “Vamos sair dessa crise que foi causada por esses eventos climáticos no Rio Grande do Sul. Vamos sair maiores e melhores, com mais três aeroportos funcionando, novos ou ampliados”, destacou o ministro.

De acordo com Sabino, o ministério tem trabalhado bastante com a possibilidade da construção de novo aeroporto em Vila Oliva, interior de Caxias do Sul, próximo também ao município de Gramado. “Estamos também trabalhando com ampliação do aeroporto de Canela e do aeroporto de Caxias (Hugo Cantergiani). E não tenho dúvida que o aeroporto Salgado Filho vai voltar à operação com força total antes do que a gente estava imaginando”, afirmou.

Ele lembrou que o “principal gargalo” do turismo, com as cheias que assolaram o estado, foi a inoperação dos principais aeroportos. “Principalmente o Salgado Filho, em Porto Alegre, que era o que recebia mais turistas direcionados às principais instâncias turísticas do Rio Grande do Sul, que são a Serra Gaúcha, Bento Gonçalves, Gramado e Canela”, acrescentou.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp