Mais de 900 casas foram destelhadas pela tempestade de terça-feira (16) no Vale do Taquari

Levantamento mostra que principais estragos foram registrados em Cruzeiro do Sul, Estrela, Lajeado, Santa Clara do Sul e Teutônia

Publicado por
10:41 - 19/01/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Foto: Reprodução/Divulgação

O Vale do Taquari foi fortemente atingido pela tempestade que passou pelo Rio Grande do Sul na última terça-feira (16). Conforme levantamento feito pela Rádio Independente, mais 900 casas foram destelhadas em função dos fortes ventos ou por conta da queda de árvores.

O município que mais registrou ocorrências deste tipo foi Lajeado, que conforme divulgado pela prefeitura, teve 350 residências com danos em telhados. Os principais estragos estão nos bairros Santo Antônio, Nações, Olarias, Conventos e Centenário. De acordo com a Defesa Civil do município, cerca de 4 mil metros de lona foram disponibilizados para as famílias cobrirem suas casas.

Outro município que também apresentou diversas avarias foi Estrela. Na cidade, 319 casas foram destelhadas, sendo que a Defesa Civil já distribuiu praticamente todo estoque de lonas do município, com mais de 2.500 metros entregues. Além disso, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação atendeu a 78 pedidos, distribuindo um total de 936 telhas às famílias atingidas.

Em Cruzeiro do Sul, o estrago também foi grande. No município, 106 casas afetadas foram afetadas, sendo que cinco famílias seguem desalojadas. Para atender a demanda, a administração municipal distribuiu cerca de 6 mil metros quadrados de lona.

No município de Teutônia, cerca de 50 residências ou comércios apresentaram danos em telhados. Os estragos foram registrados principalmente nos bairros Languiru, Alesgut, Boa Vista e Canabarro, e em alguns pontos do interior do município.

Já em Santa Clara do Sul, conforme divulgado pela prefeitura, aproximadamente 60 imóveis, entre casas, prédios públicos e comércio, foram atingidos. Quem também registrou danos foi Arroio do Meio, que teve 12 casas, uma garagem, três estabelecimentos comerciais e uma escola destelhadas. Aproximadamente 2 mil metros de lona foram repassados para a comunidade.

Em Bom Retiro do Sul, a tempestade deixou cinco casas com danos no telhado, além de uma parada de ônibus que foi arrancada e uma escola municipal que teve danos na estrutura.

Fonte: Rádio Independente

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp